Holanda detectou casos da variante Ômicron dias antes de voos vindos da África do Sul

Postado em: 30-11-2021 às 12h02
Por: Alexandre Paes
Pelo menos 14 pessoas que desembarcaram na Holanda receberam diagnóstico de Covid informando que os mesmos portavam a nova cepa. | Foto: Reprodução

O Instituto Nacional de Saúde Pública informou nesta terça-feira (30/11) que a ômicron, nova variante do coronavírus, foi detectada na Holanda antes de dois voos chegarem da África do Sul na última sexta-feira (26/11), onde foi identificado passageiros posteriormente diagnosticados com a cepa.

Até então, acreditava-se que a variante havia chegado a Amsterdã por meio de pessoas vindas do país africano, onde a ômicron foi sequenciada pela primeira vez. As novas informações mostram que a cepa já estava presente em duas amostras de testes coletadas na Holanda nos dias 19 e 23 de novembro, ou seja, antes mesmo do desembarque de passageiros dos voos vindos da África do Sul. 

Ainda segundo as autoridades locais, pelo menos 14 pessoas que desembarcaram de voos vindos de Joanesburgo e da Cidade do Cabo, receberam diagnóstico de Covid informando que os mesmos portavam a nova cepa, que é considerada potencialmente mais transmissível.

A Holanda também tenta contatar e testar mais de 5.000 outros passageiros que viajaram recentemente partindo de nações da África Austral, como África do Sul, Botswana, Moçambique, Namíbia e Zimbábue. O país adotou, no domingo (28/11), medidas mais rígidas para frear a pandemia, após novos casos diários baterem recorde de 20 mil.

Compartilhe: