OMS alerta que casos de Covid devem aumentar devido à disseminação da nova variante

Mesmo sem as respostas da eficácia contra a ômicron, a vacinação continua sendo essencial.

Postado em: 01-12-2021 às 17h43
Por: Almeida Mariano
Mesmo sem as respostas da eficácia contra a ômicron, a vacinação continua sendo essencial.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta quarta-feira (1º) que o número de casos de Covid cresça devido à nova variante ômicron, recentemente descoberta na África do Sul. Vários países do mundo já identificaram pacientes infectados com a nova cepa.

A líder técnica de Covid-19 da OMS, Maria Van Kerkhove informou que é esperado que em alguns dias fiquem disponíveis novas informações sobre a transmissibilidade da ômicron. Dados preliminares já indicam que a nova variante tem maior capacidade de disseminação, mas ainda não se sabe se ela vai superar a delta.

A variante ômicron foi sequenciada inicialmente na África do Sul, porém não significa que necessariamente surgiu no país.  A nova variante já foi identificada em diversos países ao redor do mundo, inclusive no Brasil, onde já foram confirmados três diagnósticos de Covid-19 causado por ela.

Continua após a publicidade

A ômicron acionou o alerta da comunidade internacional por causa do seu grande número de mutações. A principal preocupação é em relação ao grande número de mutações, são 30 presentes na proteína S, que são utilizadas pelo vírus para entrar nas células humanas. E é através dessas proteínas que as vacinas são produzidas, dando margem para suspeitas de que elas poderiam ser menos eficientes contra essa variante.

“Essa variante foi detectada em taxas mais rápidas do que picos anteriores de infecção, sugerindo que essa variante pode ter uma vantagem de crescimento, o que indica que ela pode causar mais danos que a versão original do coronavírus”, afirmou um relatório do grupo técnico ligado a OMS .

A OMS alerta que mesmo sem as respostas da eficácia contra a ômicron, a vacinação continua sendo essencial.

Veja Também