Guerra causou perda de quase 5 milhões de empregos na Ucrânia, diz estudo

Postado em: 11-05-2022 às 11h26
Por: Luan Monteiro
Segundo a Organização Internacional do Trabalho, país fechou 4,8 milhões de vagas de emprego por conta do conflito. | Foto: Reprodução

Um estudo divulgado nesta quarta-feira (11/05) pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) aponta que cerca de 4,8 milhões de empregos foram perdidos na Ucrânia por conta da guerra. Segundo o estudo, a invasão russa ao país fechou empresas, estrangulou as exportações e levou milhões de pessoas a fugir.

O número representa cerca de 30% da força de trabalho da Ucrânia antes da invasão e podem subir para 7 milhões se o conflito continuar. Ainda segundo a OIT, cerca de 3,4 milhões de vagas poderiam retornar rapidamente no caso de um cessar-fogo.

A guerra pode, também, aumentar o desemprego nos países vizinhos, que recebem milhões de refugiados, e atingir as economias da Ásia Central, já que os trabalhadores imigrantes na Rússia perdem seus empregos e voltam para casa. A Polônia e Romênia, por exemplo, receberam a maior parte dos refugiados ucranianos, e estima-se que 1,2 milhão deles trabalhavam antes do início do conflito.

Um conflito prolongado colocará uma pressão nos mercados de trabalho e sistemas de bem-estar nesses países, provavelmente aumentando o desemprego, diz o estudo. “Como um exercício hipotético, adicionar esses refugiados ao número de desempregados aumentaria a taxa de desemprego na Polônia de 3% para 5,3%”, diz a OIT.

Com informações da Reuters

Compartilhe: