Último morador de cidade fantasma, bancário aposentado se recusa a deixar o local; veja

Pai e filho são os únicos ocupantes de um bloco de 128 apartamentos abandonados

Postado em: 16-08-2022 às 15h02
Por: Ícaro Gonçalves
Pai e filho são os únicos ocupantes de um bloco de 128 apartamentos abandonados | Foto: Reprodução

Um bancário aposentado de 66 anos, chamado Nick Wisniewski, se tornou o último morador de uma ‘cidade fantasma’ localizada em Wishaw, na Escócia. Ele comprou seu apartamento em Stanhope Place há mais de seis anos, onde mora com o filho.

Pai e filho são os únicos ocupantes de um bloco de 128 apartamentos abandonados. Cerca de 200 ex-moradores do local se mudaram em dezembro de 2021. “É como uma cidade fantasma agora. É tão quieto e estranho ser a única pessoa morando aqui. Pode ficar solitário, não tem com quem falar”, disse ele ao jornal britânico Independent. 

Os oito blocos residenciais estão todos programados para demolição, o que fez com que a área, antes movimentada, ficasse abandonada, coberta de vegetação e com propriedades vazias e fechadas com tábuas.

Continua após a publicidade

Wisniewski recebeu uma proposta do Conselho de North Lanarkshire de 35 mil libras esterlinas (cerca de R$ 215 mil) pela casa e mais dois anos de aluguel em uma casa geminada para se mudar. Apesar da quantia, ele recusou.

Segundo o aposentado, a oferta do conselho não seria suficiente para comprar uma casa em outro lugar e ele está velho demais para obter uma hipoteca. “Tenho medo de não saber onde vou acabar morando. Eu não trabalhei toda a minha vida para ter minha casa tirada de mim.”

Em busca de uma nova casa

Um porta-voz do Conselho de North Lanarkshire disse entender perfeitamente que essa é uma questão delicada e que eles estão trabalhando em estreita colaboração com o residente.

“Não seria apropriado discutir os detalhes financeiros específicos, mas estamos trabalhando de acordo com nossas políticas para garantir que o residente receba um acordo justo e apoiá-lo para que ele encontre uma acomodação alternativa adequada”, disse representantes do Conselho.

Leia também: Homem é preso por furto dias após dar entrevista reclamando da criminalidade na cidade; assista

Veja Também