Biden ataca Rússia e diz que “não pode se vencer uma guerra nuclear”, em discurso da ONU

Biden chamou de irresponsáveis as ameaças de seu homólogo russo

Postado em: 21-09-2022 às 15h25
Por: Lorenzo Barreto
Biden utilizou seu discurso para atacar a Rússia,

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden (Democrata), usou grande parte do seu discurso na 77ª Assembleia Geral da ONU, nesta quarta-feira (21), para criticar a Rússia pela guerra na Ucrânia e afirmou que “não se pode vencer uma guerra nuclear”.

Mais cedo, Vladimir Putin fez ameaças nucleares ao Ocidente. “Isto não é um blefe”, declarou o líder russo em um pronunciamento pela TV. Putin anunciou também que convocará cerca de 300 mil cidadãos da reserva para se unirem às tropas russas na Ucrânia. Biden ainda afirmou que a única coisa que impede hoje o fim da Guerra da Ucrânia é a própria Rússia.

Na ONU, Biden chamou de irresponsáveis as ameaças de seu homólogo russo. “Uma guerra nuclear não pode ser vencida, e não deve jamais ser lutada”, afirmou, condenando ainda iniciativas nucleares do Irã, com o qual negocia um novo acordo no âmbito há meses, e da China, que, segundo ele, está “construindo um arsenal nuclear sem nenhuma transparência”.

Veja Também