Após ataques, Apple suspende vendas de produtos na Rússia

A Apple suspendeu mesta terça-feira (1/3), a venda de iPhones, iPads, Watches e Mac na Rússia. A decisão vai ao encontro de

Postado em: 02-03-2022 às 10h29
Por: Stéfany Fonseca
"Na semana passada, paramos todas as exportações em nosso canal de vendas no país" | Foto: Reprodução

A Apple suspendeu mesta terça-feira (1/3), a venda de iPhones, iPads, Watches e Mac na Rússia. A decisão vai ao encontro de uma série de ações econômicas e sociais por parte dos países contra o ataque à Ucrânia.

O Rublo, moeda oficial da federação russa, já despencou desde o início da invasão, desvalorizando mais de 30% em dois dias.

Esta desvalorização atinge a Apple, por trabalhar com a importação de produtos fabricados em outro lugar. Nesse cenário de indecisão, não é vantajoso ariscar, já que não se sabe quando o conflito terá fim.

Continua após a publicidade

Em nota, a Apple se solidariza com as vítimas atingidas pelos ataques a Ucrânia. “Estamos profundamente preocupados com a invasão russa da Ucrânia e estamos com todas as pessoas que estão sofrendo como resultado da violência. Estamos apoiando os esforços humanitários, fornecendo ajuda para a crise de refugiados e fazendo todo o possível para apoiar nossas equipes na região”, lamentou.

Outros serviços fornecidos pela empresa também foram interrompidos. “Tomamos uma série de ações em resposta à invasão. Pausamos todas as vendas de produtos na Rússia. Na semana passada, paramos todas as exportações em nosso canal de vendas no país. O Apple Pay e outros serviços foram limitados”.

Veja Também