Sexta-feira, 23 de agosto de 2019
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Política

"Não pratiquei quaisquer atos ilícitos", diz Paulo Garcia

Postado em: 23-03-2016 as 17h55
Nome do prefeito de Goiânia aparece nas listas de doações da Odebrecht. Petista nega que tenha recebido qualquer doação da empresa

Da Redação

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, o prefeito de Goiânia Paulo garcia (PT) negou que tenha recebido doações da Odebrecht. O nome do petista apareceu nos documentos da empresa que foram revelados ontem pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

"Afirmo com convicção que, nem na campanha eleitoral de 2012, e em nenhuma outra campanha que participei, recebi qualquer doação da empresa Odebrecht ou de suas subsidiárias", diz trecho da nota. Ainda de acordo com o comunicado, o prefeito diz que "Goiânia, sob a minha administração, nunca teve nenhum serviço contratado junto a essa empresa."

Leia mais: Políticos goianos são citados em documentos da Odebretcht 

Confira a íntegra da nota à imprensa do prefeito Paulo Garcia:

Na campanha eleitoral de 2012, quando fui candidato à reeleição, declarei todos os gastos e todas as arrecadações ao TRE conforme manda a legislação. No site do TSE é possível ver a lista de todos os doadores da minha campanha. Essa prestação de contas já foi devidamente aprovada. Afirmo com convicção que, nem na campanha eleitoral de 2012, e em nenhuma outra campanha que participei, recebi qualquer doação da empresa Odebrecht ou de suas subsidiárias. Na eleição de 2012, minha campanha recebeu a doação de R$ 3.562.500,00 do Diretório Nacional do PT, R$ 290.000,00 do Diretório Regional do PT e o restante conforme listado na prestação de contas do TSE. O Município de Goiânia, sob a minha administração, nunca teve nenhum serviço contratado junto a essa empresa. Reafirmo mais uma vez que todas as despesas de minha campanha foram as declaradas ao TRE. Não pratiquei na campanha de 2012 e em nenhuma outra quaisquer atos ilícitos. 


Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja buscar