Desfile reúne 20 mil pessoas em Campinas

Tradição segue forte em Goiânia e goianiense levantou cedo para assistir parada com milhares de participantes

Postado em: 25-10-2016 às 08h00
Por: Redação
Tradição segue forte em Goiânia e goianiense levantou cedo para assistir parada com milhares de participantes

Karla Araujo

Mais de 4 mil pessoas participaram na manhã de ontem (24) do desfile cívico-militar realizado na Avenida 24 de outubro, no setor Campinas, em comemoração ao aniversário de 83 anos de Goiânia. Além dos participantes, cerca de 20 mil pessoas acompanharam o desfile ao longo da via, que teve início às 8h30 com hasteamento das bandeiras Brasil, de Goiás e de Goiânia e execução do Hino Nacional Brasileiro pela Banda Marcial da cidade.

Desfilaram representantes dos batalhões do Exército Brasileiro (EB), da Polícia Militar (PM), dos colégios militares de Goiânia, Corpo de Bombeiro Militar (CBM), da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e Bandas Marciais de escolas da capital. Logo em seguida, como novidade no evento, desfila a Organização Não Governamental (ONG) Grupo Ecológico Guardiões do Verde e os representantes da maçonaria, Ordem Demoley, Ordem das Filhas de Jó Internacional e o grupo de motoqueiros da maçonaria Bodes do Asfalto. O evento é coordenado pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult).  

Continua após a publicidade

O governador Marconi Perillo (PSDB) e o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT), não assistiram ao desfile. No palanque das autoridades, o secretário Municipal de Cultura, Ivanor Florêncio, representou Garcia e o secretário interino de Segurança Pública e Administração Penitenciária, coronel Edson Costa Araújo, ocupou o lugar destinado a Perillo.

Ainda em comemoração ao aniversário da Capital, foi celebrada às 19h a tradicional missa na Catedral Metropolitana, na Avenida Universitária, no Setor Central, pelo arcebispo de Goiânia Dom Washington Cruz. 

Protesto

Durante o desfile, um grupo realizou protesto contra a gestão de Organizações Sociais (OSs) em instituições públicas e pediram investimento em Saúde e Educação. No início, os manifestantes estavam na calçada junto com a população que assistia ao desfile. Eles conseguiram invadir a avenida e a Polícia Militar criou o cordão de isolamento. Sem seguida, eles o grupo foi liberado para seguir o protesto. De acordo com a Polícia Militar, o ato não interferiu na programação. 

Obras são inauguradas durante a semana

A prefeitura pretende inaugurar quatro obras ainda nesta semana em continuidade à celebração dos 83 anos de Goiânia. A primeira delas é o Cmei Vila Monteceli na quarta-feira (26). A unidade, que fica localizada no Setor Crimeia Leste, foi totalmente reconstruída. A capacidade do prédio passa de 80 para 160 crianças. A obra foi iniciada em março e teve um investimento de R$ 2.493.707,95 para demolição do antigo prédio e construção da nova unidade. No mesmo dia, às 10h30, o prefeito Paulo Garcia assinará o Termo de Autorização do Serviço de Bicicletas Públicas Compartilhadas. A empresa que fará a execução do serviço será a Serttel, que foi a vencedora do edital de chamamento público apresentado pela Prefeitura de Goiânia, via Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC).

Na quinta-feira (27), será inaugurada a requalificação da Praça do Sol. Na sexta-feira (28), a prefeitura pretende inaugurar o Parque Água Branca e o Parque Nova Esperança. No sábado (29), o prefeito Paulo Garcia deve inaugurar três trechos do Parque Macambira Anicuns. O primeiro trecho ou bloco do parque custou, ao todo, R$ 8,3 milhões (R$ 8.389.404,48). Esta nova etapa oferecerá infraestrutura que inclui 879 metros de pista de ciclismo e 851 metros de pista de caminhada.
 

Veja Também