Prefeitura inaugura três etapas em comemoração ao aniversário de Goiânia

A via da Alameda Professor Hélio França, no Setor Faiçalville, delimita um dos extremos do Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama)

Postado em: 29-10-2016 às 06h00
Por: Renato
A via da Alameda Professor Hélio França, no Setor Faiçalville, delimita um dos extremos do Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama)

Da redação

Dando sequência às comemorações do aniversário de Goiânia, que completou 83 anos esta semana, o prefeito Paulo Garcia inaugurou neste sábado (29) a Alameda Professor Hélio França, no Setor Faiçalville. A via delimita um dos extremos do Programa Urbano Ambiental Macambira Anicuns (Puama), que vai até a Avenida Goiás Norte, em 24 quilômetros de extensão de parque linear e duas áreas anexas, transformadas em parques ambientais. Um deles, o Parque Ambiental Macambira (PAM), com 25,5 hectares, já foi entregue pela gestão no ano passado.

A Alameda Professor Hélio França custou R$ 648,8 mil (R$ 648.889,55) e pertence ao primeiro trecho ou bloco do parque, com estrutura que inclui 879 metros de pista de ciclismo e 851 metros de pista de caminhada, áreas de convivência, parquinhos infantis, drenagem, proteção da nascente do Córrego Macambira, paisagismo e a criação da Avenida Abaeté, importante ligação entre Aparecida de Goiânia e a Capital, com acesso para a Avenida Rio Verde.

Continua após a publicidade

A segunda parte da inauguração é entre as avenidas Madri e Olavo Bilac, no Faiçalville, continuando a linearidade do parque, que é a característica principal deste projeto desenvolvido pela Prefeitura de Goiânia em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O trecho beneficia a população com mais de um quilômetro de pistas de caminhada e ciclismo, além do padrão de infraestrutura presente em todo o percurso do Macambira Anicuns. Esta segunda parte teve custo total de R$ 6,6 milhões (R$ 6.692.037,97).

A última inauguração é do serviço de recebimento de resíduos recicláveis disponível à comunidade local, que poderá fazer a entrega voluntária de materiais em algum dos ecopontos instalados no Parque de Vizinhança 2 (PV2) e no PAM. Cada ecoponto tem custo de R$ 29,7 mil (R$ 29.702,53) e possui 38,3 m³ com seis coletores para resíduos diversos (capacidade de 860 litros) e dois exclusivos para vidro (capacidade de 390 litros).

Veja Também