Polícia prende em flagrante envolvido em golpe do PIX que se passava por médico

Postado em: 16-06-2021 às 15h10
Por: Alice Orth
O autor do golpe, um homem de 31 anos, foi localizado no Setor Jardim Atlântico, em Goiânia. | Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Civil (PC) na tarde desta terça-feira (15/06), suspeito de envolvimento em um golpe aplicando utilizando o WhatsApp e o PIX. Este foi o primeiro caso desta natureza investigado pelo Grupo de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (GREF/DEIC).

De acordo com a polícia, o acusado se passava por um médico do interior de Minas Gerais, e solicitava depósitos via PIX de aproximadamente R$5 mil a familiares do profissional por meio do aplicativo de mensagens. O pai da vítima, ao desconfiar de mensagens do filho que diziam estar “atendendo”, quando na verdade ele estava de férias, ligou para ele e descobriu a farsa.

O autor do golpe, um homem de 31 anos, foi localizado no Setor Jardim Atlântico, em Goiânia. Ele foi levado ao presídio sob a acusação de estelionato.

Compartilhe: