Movimento nacional de ativismo pelos direitos das mulheres chega à Goiânia com programação especial

Postado em: 24-11-2021 às 10h14
Por: Victoria Lacerda
A programação inclui ainda eventos-surpresa que serão divulgados na véspera, nas redes sociais da vereadora Aava Santiago e da Ouvidoria da Mulher na Câmara. | Foto: Reprodução/Internet

No fim deste mês e começo de dezembro, uma série de atividades de promoção dos direitos das mulheres e de combate à violência de gênero vão ser realizadas pelo mandato da vereadora Aava Santiago (PSDB), em parceria com a Ouvidoria da Mulher e Escola do Legislativo da Câmara de Goiânia, Est Comedoria e Coletivo Três Janelas. A ação local trata-se de uma adesão a um movimento nacional de 21 dias de ativismo em favor das mulheres e dos direitos humanos.

A programação conta com roda de leitura com escritoras negras e oficina de percussão, a feira “compre de uma mulher”, parada pela Erradicação da Violência Obstétrica, mobilização de homens pelo fim da violência contra mulheres, defesa pessoal e prevenção da violência e homenagem às doulas. 

A programação inclui ainda eventos-surpresa que serão divulgados na véspera, nas redes sociais da vereadora Aava Santiago e da Ouvidoria da Mulher na Câmara. 

“Desenvolvemos uma programação que busca circular nos quatro cantos da cidade, com uma agenda de compromissos no enfrentamento às violências contra a mulher e na promoção dos direitos humanos. Para isso, contaremos com atividades de fortalecimento econômico de mulheres até atividades reflexivas com homens. Para que essas várias atividades sejam possíveis, temos parceiros do poder público, da iniciativa privada e do terceiro setor. Todos eles convergem para uma mesma direção, que é tornar Goiânia mais acolhedora para mulheres e mais comprometida com a luta por direitos”, explicou a vereadora.

Confira a programação completa: 

Roda de leitura com escritoras negras e oficina de percussão

Na próxima quarta-feira, 24 de novembro, vão ser realizadas oficinas de percussão e roda de leitura com escritoras negras, no Colégio Estadual Juvenal José Pedroso, na Vila Pedroso. As atividades são voltadas aos estudantes da unidade. Na oficina, eles irão confeccionar os próprios instrumentos com material reciclável e organizar uma apresentação.

Feira Compre de uma mulher

Estão abertas inscrições para a feira “Compre de uma mulher”, que será realizada no dia 5 de dezembro no bistrô Est Comedoria, no setor Universitário. As mães empreendedoras podem se candidatar pelo instagram da vereadora Aava Santiago a expor seus produtos no evento. Ao todo, serão 12 vagas. A feira será das 13h às 20h. No dia, está prevista uma programação especial no bistrô, com coquetel, apresentação de artistas locais, dj e workshop. A entrada é um quilo de alimento não-perecível.

Parada pela Erradicação da Violência Obstétrica

No dia 28, está prevista a Parada pela Erradicação da Violência Obstétrica, que caracteriza qualquer tipo de abuso ou opressão sofridos por mulheres ou homens trans gestantes, quando procuram o sistema de saúde no momento do parto. O ato, que busca conscientizar sobre o tema, será no Parque Vaca Brava, às 16h20.

Mobilização de homens pelo fim da violência contra mulheres

No dia 6 de dezembro, está prevista a distribuição da cartilha “Aliados no combate à violência contra a mulher”, tendo homens como público-alvo.

Defesa pessoal e prevenção da violência

No dia 11 de dezembro, será oferecido o curso Defesa pessoal e autoconhecimento corporal para mulheres, às 10h, na Academia Gracie Barra Jardim América. Terá investimento de R$ 15. O valor arrecadado será destinado à Campanha Mães na Cidade, que distribui kits de alimentação e higiene a mães em situação de vulnerabilidade, assistidas pela Patrulha Mulher Mais Segura da Guarda Civil Metropolitana.

Homenagem às doulas

No dia 17, será realizada sessão especial na Câmara em comemoração ao Dia Nacional da Doula, a partir das 9h. Doula é a profissional que acompanha a gestante na gravidez, no parto e no pós-parto.

Compartilhe: