Aeroporto de Goiânia: senador diz não conhecer impedimento para alteração de nome

Postado em: 25-11-2021 às 17h30
Por: Alice Orth
Terminal levaria o nome do ex-prefeito Iris Rezende Machado como homenagem. | Foto: Reprodução

O senador Luiz do Carmo (MDB), autor da proposta que foi aprovada por unanimidade no Senado para alterar o nome do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, divulgou uma carta aberta em que se mostra surpreso com a manifestação contrária à proposta. Ele disse ainda que não conhece nenhum impedimento legal para a mudança. O projeto foi encaminhado para apreciação da Câmara dos Deputados.

A área em que foi construída a atividade aeroporturária foi doada pelo médico e pecuarista Altemiro de Moura Pacheco, sob a condição de que fosse nomeado em homenagem à sua mãe, Genoveva. No entanto, o senador propôs a alteração para Aeroporto Internacional de de Goiânia Iris Rezende Machado, em homenagam ao ex-prefeito e ex-governador.

A família do doador, em nota escrita pela sobrinha de Altamiro, Juliana Pacheco, se posicionou contra o projeto, alegando que a medida vai contra a exigência declarada à época e aceita pela prefeitura de então. Além disso, a alteração estaria “desprezando sua história e a memória de quem ajudou a construí-la”.

Luiz do Carmo afirmou no texto que “antes de apresentar a proposta no Senado Federal, eu e toda a minha equipe jurídica fizemos um minucioso levantamento a fim de identificar quaisquer obstáculos que pudessem vir a impedir tal homenagem. Nada foi encontrado”. Ele reafirmou que aguarda “a apresentação dos documentos legais com tal cláusula onerosa no contrato de doação”.

“Não se trata de desprezo pela história. Aliás, a história de Altamiro de Moura Pacheco jamais será apagada.
Inclusive, acredito que se Dr. Altamiro estivesse vivo, como homem à frente de seu tempo e dotado de espírito público, não só concordaria com a homenagem a Iris, como talvez fosse ele próprio o autor da proposta, tamanha a proximidade e carinho que nutriam um pelo outro”, escreveu.

Compartilhe: