Ação vai entregar de 21 mil cestas básicas a famílias das regiões Oeste e Sudoeste de Goiânia

Nesta qunta-feira, prefeitura estregará cestas básicas em duas regiões da capital.

Postado em: 07-07-2022 às 14h27
Por: Luan Monteiro
Nesta qunta-feira, prefeitura estregará cestas básicas em duas regiões da capital. | Foto: Reprodução

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (Sedhs), inicia, nesta quinta-feira (7/7), entrega de 21 mil cestas básicas. De imediato, são contempladas famílias das regiões Oeste e Sudoeste da capital. Pacotes de açúcar que estavam com validade vencida no galpão da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) são substituídos, a fim de garantir segurança alimentar das famílias.

A primeira entrega teve início às 08h, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Vila União. A ação contemplou famílias cadastradas no CadÚnico, que foram acionadas por equipes da secretaria.

“Já estamos apurando a situação para verificar, junto aos responsáveis, o que aconteceu. De acordo com a licitação, o prazo de validade mínimo para os produtos era de seis meses, e a entrega ocorreu em março. Ou seja, de março até agora não se passaram seis meses”, ressalta o prefeito Rogério Cruz.

Continua após a publicidade

“Além disso, as entregas emergenciais seguem o CadÚnico, e a convocação para o cadastramento daquelas que ainda não estão inscritas. Desde março, já fizemos várias entregas, foram milhares de alimentos. Mas, por conta da necessidade de famílias em situação de vulnerabilidade que não possuem o cadastro atualizado, muitas vezes os alimentos não podem ser entregues”, completa.

Beneficiados

A dona de casa Susy do Espírito Santo foi uma das contempladas no Cras Vila União. Ao receber a cesta, conferiu item por item, e confirmou a data de validade de cada um. “Vi que está tudo certo, todos os itens no prazo de validade, então, fico mais segura”, disse.

Ela agradeceu o atendimento diário recebido na unidade, e ressaltou importância da entrega das cestas. “Já tive privação alimentar na infância, e sei o que é a fome. Hoje, felizmente não passo por isso, mas com o aumento dos preços, receber essa cesta ajuda muito”, destacou.

Gildo Ferreira é aposentado e recebeu as cestas na unidade da Região Sudoeste. “Isso vai me ajudar muito nas compras de final de mês. Esses itens aqui mesmo, não vou precisar comprar”, pontuou.

A segunda distribuição será às 14h, no Cras Jardins do Cerrado. Assim como as destinadas ao Cras Vila União, as condições de cada item foram avaliadas antes da entrega.

O secretário municipal de Desenvolvimento Humano e Social, Nélio Fortunato, afirmou que todos os itens de cada cesta foram checados antes da distribuição. “Nossa prioridade é atender a estas famílias na maior brevidade sem, no entanto, comprometer a segurança alimentar”, ressaltou.

Equipes da Sedhs dão continuidade ao trabalho de substituição dos pacotes de açúcar vencidos, nas cestas armazenadas na Conab. O processo deve ser finalizado nos próximos dias. “Deste modo, vamos cumprindo o cronograma de distribuição das cestas restantes nas 54 unidades vinculadas à nossa secretaria, sempre acompanhando as condições dos itens que as compõem”, assegura Nélio.

As cestas são compostas de 17 itens, dentre eles, arroz, feijão, óleo, macarrão, extrato de tomate e sal. Desde o início da distribuição, as entregas foram realizadas tanto nas unidades de atendimento quanto em ações pontuais de larga escala; por exemplo, edições da Caravana do Bem – Prefeitura que Cuida, nos mutirões em parceria com o Governo de Goiás.

As equipes de cada unidade entram em contato com as famílias cadastradas. Desse modo, é feito o agendamento da entrega para organização e conferência.

Veja Também