Lojistas da 44 esperam aumento nas vendas para Dia dos Pais

Lojistas da 44 esperam aumento nas vendas para o Dia dos Pais

Postado em: 09-08-2022 às 09h14
Por: Ícaro Gonçalves
Segundo a Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), o Dia dos Pais é a quarta melhor data do ano para o comércio do polo confeccionista de Goiânia| Foto: Reprodução

Cerca de 66% dos goianienses devem comprar algum presente para o Dia dos Pais, a ser comemorado no segundo domingo de agosto. A estimativa partiu de um levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Goiânia, que também mostrou que os itens de vestuário e calçados estão entre os preferidos para presentear os papais.

Os dados da CDL animam lojistas da Região da 44 em Goiânia, segundo maior polo de confecção e moda do país e o maior do Centro-Oeste. “A nossa expectativa é ter um aumento de até 30%, em relação a nossa média normal de vendas no varejo e atacarejo, para esta e a próxima semana”, afirma Vanessa Márcia de Assis, lojista da região há 17 anos e proprietária de uma marca de moda masculina.

Para a empresária, épocas como o Dia das Mães, dos Namorados e dos Pais sempre ajudam a movimentar as vendas na região, com o aumento da procura por atacadistas de outras cidades, mas também pelo consumidor goianiense e da região metropolitana. “As vezes costuma vir a família toda para comprar. Tem cliente que compra o presente do pai e também uma peça para ele próprio, para o filho, para um irmão ou um tio”, explica Vanessa.

Continua após a publicidade

Trabalhando com moda masculina e feminina, o lojista Lucas Roberto Silva também espera um bom aumento nas vendas de varejo e atacarejo, em virtude das compras para o Dia dos Pais. “A nossa expectativa é de um aumento de até 30% em relação a nossa média normal de vendas e de 15% em relação ao que comercializamos no ano anterior”, afirma o comerciante.

Varejo e atacarejo                 

De acordo com o presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), Lauro Naves, o Dia dos Pais é a quarta melhor data do ano para o comércio do polo confeccionista de Goiânia. Ele destaca inclusive que a região, nos últimos anos, vem se preparando para receber esse público do varejo e do atacarejo.

“Nós últimos cinco anos a 44 ganhou vários novos empreendimentos. São shoppings maiores e que oferecem lojas mais confortáveis e estruturadas, onde os lojistas podem receber bem tanto o cliente do atacado, que ainda é a grande maioria aqui, quanto os clientes do varejo e atacarejo, cuja presença na região vem crescendo ano após ano”, esclarece Lauro Naves.

Para aqueles que estão pensando em buscar o presente do papai na Região da 44, o presidente da AER44 dá algumas dicas. “Para esse público que vem à região para as compras no varejo ou atacarejo, os melhores dias para eles são as segundas, terças e quartas, que é quando a região está mais tranquila. Outra dica boa é, sempre que possível, optar pelo pagamento em Pix, pois essa é uma modalidade de pagamento mais vantajosa, tanto para o cliente quanto para os lojistas da 44, que em sua grande maioria são microempreendedores e, portanto, são isentos de tarifa nessa forma de pagamento, segundo o Banco Central”, sugere Naves.

Pesquisa CDL Goiânia

Ainda segundo o levantamento da CDL Goiânia, 45% dos entrevistados que pretendem presentear vão gastar o mesmo valor de 2021. Já para 24% dos ouvidos na sondagem o preço desembolsado será menor que no ano passado e para 18% o investimento será maior. Além dos pais e padrastos, que representam 66% dos que serão homenageados, maridos, mães, avôs, tios, amigos e irmãos também foram mencionados na coleta de informações.

“Um ponto importante captado no levantamento é que muita gente aproveita a data para dar presentes a outras pessoas que não sejam especificamente os pais. O lojista deve abrir o olhar neste aspecto para também oferecer produtos e serviços que se encaixem a esses demais públicos”, comenta Geovar Pereira, presidente da CDL Goiânia.

Dos que vão presentear, 78% pretendem pesquisar os preços antes da efetivação da compra. Ainda não decidiram sobre essa questão um montante de 12%. Levando em consideração o gênero, 84% dos homens irão fazer pesquisas, contra 75% das mulheres, e, entre elas, 18% ainda não sabem se pesquisarão, contra apenas 4% de homens indecisos.

Os presentes mais lembrados pelos consumidores que participaram do levantamento são as roupas e calçados (46%), seguidos por perfumes e cosméticos (20%) e relógios, joias e acessórios, com 14%. Para o pagamento, o cartão de crédito parcelado é a opção mencionada por 33% dos consumidores. O cartão de crédito à vista vem em segundo lugar, com 20%, e o Pix, com 19%. Cartão de débito e dinheiro seguem com 15% e 13%, respectivamente.

Veja Também