Em reestreia de Suárez, Atlético-GO bate o Nacional por 1 a 0 e larga em vantagem na Sul-Americana

O Atlético Goianiense deu um passo muito importante para chegar à semifinal da Copa Sul-Americana

Postado em: 02-08-2022 às 22h18
Por: Breno Modesto
Com gol de Luiz Fernando, o Atlético Goianiense derrotou o Nacional, fora de casa, por 1 a 0 | Foto: Conmebol

O Atlético Goianiense deu um passo muito importante para chegar à semifinal da Copa Sul-Americana. Jogando fora de casa, o time comandado pelo técnico Jorginho derrotou o Nacional, do Uruguai, por 1 a 0, na noite desta terça-feira (2), na partida de ida das quartas de final da competição internacional.

Luiz Fernando fez o único gol do confronto, que marcou a reestreia do atacante Luis Suárez com a camisa do Decano. Com o triunfo, o Rubro-Negro jogará por um empate no duelo de volta, que acontecerá na próxima terça-feira (9), às 19h15, no Estádio Serra Dourada.

O jogo

Continua após a publicidade

A partida de ida entre Nacional e Atlético Goianiense, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, começou com o Dragão suportando a pressão inicial dos donos da casa, que não conseguiam levar perigo ao gol de Ronaldo. Tanto que a primeira oportunidade da noite demorou a aparecer.

O primeiro momento perigoso aconteceu somente aos 16, quando Fagúndez cobrou falta e obrigou que o arqueiro atleticano trabalhasse. No rebote, Ronaldo fez outra defesa e evitou que o placar fosse aberto. Essa seria a única ação importante do camisa 22, que, com uma luxação no braço, precisou ser substituído por Renan.

O Rubro-Negro apareceu pouco depois da troca. E foi fatal. Depois de um tiro de meta cobrado por Renan, a defesa uruguaia afastou mal e deu de presente para Léo Pereira, na ponta direita. O atacante ajeitou pro lado e cruzou, na medida, para Luiz Fernando, que, na marca do pênalti, cabeceou para o fundo das redes de Rochet.

À frente no placar, o Atlético viu Renan trabalhar. A primeira intervenção do goleiro aconteceu já no finalzinho da primeira etapa. Na marca de 38 minutos, o lateral-esquerdo Cándido resolveu experimentar e obrigou o camisa 12 a trabalhar para evitar que o Nacional conseguisse o empate.

Na etapa final, o Decano foi para cima do Dragão. Na marca de oito minutos, Carballo apareceu para incomodar Renan. O meia mandou no cantinho do goleiro, que se esticou e foi buscar, salvando o time rubro-negro. Pouco depois, na marca de 17, Cándido, cobrando falta, mandou no travessão atleticano.

Aos 28 minutos, veio a substituição que toda a torcida do Nacional estava esperando. Ídolo do clube, o atacante Luis Suárez entrou no lugar de Fagúndez e fez sua reestreia com a camisa da equipe uruguaia. Cinco minutos antes, Churín, após uma sobra de cruzamento, perdeu a oportunidade de ampliar a vantagem rubro-negra.

Fora de ritmo, Suárez teve uma atuação discreta e passou em branco. Quem não passou em branco foi a trave da meta atleticana, que apareceu outra vez para garantir o triunfo goiano na capital do Uruguai. Depois de um cruzamento do próprio Luisito, Ignacio Ramírez pegou de primeira e acertou o poste, que assegurou o 1 a 0 no Gran Parque Central.

Ficha técnica
Nacional 0x1 Atlético-GO

Data: 2 de agosto de 2022
Horário: 19h15
Local: Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu (URU)

Gol: Luiz Fernando (23’/1T) – ACG

Árbitro: Eber Aquino (PAR)
Assistentes: Eduardo Cardozo (PAR) e José Cuevas (PAR)
VAR: Carlos Benitez (PAR)

Nacional: Rochet; Lozano (Otormín), Léo Coelho, Marichal e Cándido (José Rodríguez); Yonathan Rodríguez (Ignacio Ramírez), Carballo, Trezza (Ocampo) e Zabala; Gigliotti e Fagúndez (Luis Suárez).
Técnico: Pablo Repetto

Atlético-GO: Ronaldo (Renan); Hayner, Wanderson, Klaus e Arthur Henrique (Jefferson); Gabriel Baralhas, Edson Fernando e Jorginho (Marlon Freitas); Léo Pereira (Wellington Rato), Churín (Peglow) e Luiz Fernando.
Técnico: Jorginho

Veja Também