Museu do Futebol acaba de lançar a exposição de Futebol LGBTQIAP+

Coleção Bharbixas EC na Champions LiGay faz parte desta história contada pelo Museu do Futebol

Postado em: 29-06-2022 às 09h27
Por: Lanna Oliveira
Coleção Bharbixas EC na Champions LiGay faz parte desta história contada pelo Museu do Futebol | Foto: Divulgação

Comemorado nesta semana, o Dia do Orgulho LGBTQIAP+ traz à luz pautas importantes e pertinentes. Instituições culturais se unem à causa e propõem a discussão do tema. Uma destas é o Museu do Futebol, que disponibiliza uma mostra online sobre a prática e memória da comunidade no futebol brasileiro, reforçando a importância do tema e o poder do esporte. A exposição virtual ‘Diversidade em Campo: Futebol LGBTQIAP+’ está disponível na plataforma Google Arts & Culture.

A cultura, unida a políticas públicas e a uma sociedade consciente, tem como função informar e disseminar respeito por meio da arte. Reforçando este intuito, o Museu do Futebol, por meio da mostra online ‘Diversidade em Campo: Futebol LGBTQIAP+’, quebra barreiras ao tratar a prática futebolística dentro da comunidade no Brasil. Sendo uma linguagem universal, o futebol tem o poder de representar diversos corpos, gêneros, raças e idades. Talvez seja por isso que o Brasil é conhecido como o País do futebol, já que por aqui respiramos diversidade.

A mostra é fruto de um trabalho desenvolvido desde 2020 pelo Centro de Referências do Futebol Brasileiro (CRFB), que mapeou e registrou times, pessoas, eventos e lugares relacionados à prática e à memória do futebol LGBTQIAP+ no Brasil por meio de entrevistas e pesquisa online. Foram levantados mais de 80 times que jogam futsal ou futebol society, de todas as regiões. Assim, a exposição conta quem são esses personagens e relata como equipes e campeonatos foram formados e em que contexto se apresentam nos dias atuais.  

Continua após a publicidade

Segundo o Museu do Futebol, o objetivo é ressaltar o poder transformador do futebol em questões relacionadas ao gênero e/ou sexualidade e contribuir para o fortalecimento do respeito e da inclusão na modalidade, pauta apoiada e promovida por eles. Além da exposição virtual, é possível saber mais sobre o tema e o mapeamento feito pelo CRFB através do acervo disponibilizado no site do Museu do Futebol (museudofutebol.org.br). E lambrando, se você faz parte de alguma equipe LGBTQIAP+ e gostaria de compartilhar sua experiência com o Museu do Futebol, entre em contato pelo email [email protected]  

Rompendo barreiras

O Museu do Futebol preserva a história do esporte mais amado pelos brasileiros. Quem o visita entende como o futebol, um esporte inglês, de elite e praticado por brancos, aos poucos ganhou novos traços e se tornou brasileiro, popular e mestiço, como a própria cultura brasileira. A partir de três eixos, emoção, história e diversão, o museu conta a história do futebol. Mostra, por exemplo, o que futebol tem a ver com arte, o impacto do esporte na vida das pessoas, a história das Copas do Mundo, além de garantir a interatividade com o público.

O visitante tem acesso a uma sequência de experiências visuais e sonoras que relacionam o esporte e a vida do brasileiro no século XX. No total, são seis horas de imagens exibidas em vídeos. Entre as exposições disponíveis em seu acervo estão: ‘Tempo de Reação – 100 anos do goleiro Barbosa’; ‘Pelé 80 – O Rei do Futebol’; ‘Memórias da Copa de 1970’; ‘Pacaembu, o estádio monumento’; ‘Lea Campos, a primeira árbitra’; ‘CONTRA-ATAQUE! As Mulheres do Futebol’; ‘A Seleção em Poços de Caldas’; entre muitas.

Veja Também