Dia do Hambúrguer: data celebra um dos pratos mais populares dos Brasil

Fórum ligado à Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) estimou que o hambúrguer é o prato mais difundido no Brasil, ultrapassando a pizza.

Postado em: 29-05-2022 às 12h00
Por: Ícaro Gonçalves
Fórum ligado à Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) estimou que o hambúrguer é o prato mais difundido no Brasil, ultrapassando a pizza | Foto: Reprodução

Neste dia 28 de maio é comemorado o dia mundial do hambúrguer e no Brasil essa data é levada bem a sério. Seja o tradicional ou até mesmo as opções veganas, o prato é um sucesso em todo o mundo e nas terras goianas tem ganhado ainda mais destaque nos últimos anos, com o crescimento das hamburguerias artesanais ou gourmets. O dia é uma ocasião para celebrar a democratização e popularização do prato na sociedade.

Hoje em dia, o hambúrguer já é o prato mais difundido no Brasil, ultrapassando inclusive a pizza, segundo dados levantados por vários setores do ramo alimentício. De 2019 para 2020, o número de pedidos de hambúrgueres cresceu 140% em um dos principais aplicativos de delivery de comida. De março de 2020 a março de 2022, houve um aumento de 104% no número de hamburguerias na plataforma, das quais 94% são de pequenas e médias empresas.

O Codex – fórum internacional ligado à Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) e à Organização Mundial da Saúde (OMS) – estimou que o hambúrguer é o prato mais difundido no Brasil, ultrapassando a pizza. Todo este cenário proporciona ótimas oportunidades de investimentos no setor e muito a se comemorar para aqueles que sempre acreditaram no potencial do lanche feito com carne moída.

Continua após a publicidade

História

Embora muitos pensem que o hambúrguer tenha sido inventado nos Estados Unidos, na verdade surgiu na Alemanha, por volta do século 17, quando a Europa estava sendo invadida pelas tribos Tártaros em que os guerreiros tinham o costume de moer carne ruim para ficar mais saborosa. Com o passar dos anos os alemães adquiriram o mesmo hábito e criaram o que era chamado de ‘’Hamburg Steak’’ (Bife de Hamburgo), porém com carnes de melhor qualidade.

Com o sucesso na Alemanha, logo o bife de hamburgo chegou aos Estados Unidos e em 1904, na feira mundial de Saint Louis, capital de Missouri, o prato foi apresentado oficialmente ao público americano, que se tornaria depois um símbolo do país e um dos pratos mais populares do mundo.

No Brasil, o hambúrguer só chegou oficialmente em 1952 com a inauguração da primeira lanchonete especializada em sanduíches e hambúrgueres no país, fundada no Rio de Janeiro. Não demorou para que outras unidades se espalhassem por todo o Brasil liderando o mercado por alguns anos.

Com o passar dos anos, outras empresas internacionais se estabeleceram no Brasil, criando uma ampla concorrência em que o marketing se tornou mais importante do que a própria qualidade dos produtos, iniciando então a demanda por hambúrgueres de maior qualidade. Nesta nova demanda nasceram milhares de hamburguerias espalhadas por todo país e também novas redes nacionais especializadas.

Gostoso, mas também faz mal?

Mesmo com toda sua fama, a opção ainda é vista como uma bomba calórica. A nutricionista Renata Guirau ressalta que o lanche se torna calórico devido aos seus acompanhamentos, como molhos, bacon e ovos. Ela também cita o cuidado com o consumo. “A atenção com a quantidade servida é muito importante para reduzir a ingestão calórica da refeição. Assim, também é possível avaliarmos se o consumo estará dentro de um hábito alimentar saudável ou não”, explica.

Outro ponto de destaque é a diferenciação entre o tradicional hambúrguer de fast food e o gourmet. A nutricionista conta que o principal diferencial está na presença de diversos componentes químicos, como os conservantes, por exemplo. “Os hambúrgueres ultraprocessados levam a adição de outros ingredientes, como proteína de soja, maltodextrina, corantes e aromatizantes. Desse modo, os hambúrgueres artesanais apresentam melhor valor nutricional”, diz.

Variações do hambúrguer

Os irresistíveis hambúrgueres ainda podem ser encontrados de variadas formas no mercado alimentício. Existem opções para além do tradicional hambúrguer bovino que se encaixam no paladar dos diferentes tipos de consumidores. “Carne de frango, peixe e de porco ou leguminosas, como ervilha, feijão e grão de bico, são ótimas opções para diversificar o lanche”, afirma Renata.

Veja Também