Flávio Bolsonaro imita gargalhada do pai sobre acusações da CPI da Covid: ‘Piada de muito mau gosto’

Presidente foi acusado de nove crimes cometidos durante a pandemia, que resultou na morte de mais de 600 mil pessoas no país.

Postado em: 20-10-2021 às 16h43
Por: Alice Orth
Presidente foi acusado de nove crimes cometidos durante a pandemia, que resultou na morte de mais de 600 mil pessoas no país. | Foto: Reprodução

Em entrevista nesta quarta-feira (20/10), o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) disse que seu pai, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), receberia o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 com uma gargalhada. Ele foi acusado de nove crimes cometidos durante a pandemia, que resultou na morte de mais de 600 mil pessoas no país.

“Acho que ele recebria da seguinte forma: você conhece aquela gargalhada dele?”, perguntou a uma repórter, imitando a risada em seguida. “Não tem o que fazer de diferente disso. É uma piada de muito mau gosto o que o senador Renan Calheiros faz. É um relatório inconstitucional. Não há nada que se aproveite. E ele prestou um grande desserviço à população”, disse o senador.

Inicialmente, o relatório acusava o presidente dos crimes de homicídio e genocídio indígena. Mesmo ambos sendo retirados do texto final, ele ainda teve apontados os crimes de epidemia com resultado morte, infração de medida sanitária preventiva, charlatanismo, incitação ao crime, falsificação de documento particular, emprego irregular de verbas públicas, prevaricação, crimes contra a humanidade e crimes de responsabilidade.

Veja Também