Operador do iFood troca nomes de restaurantes por frases como “Vacina mata” e “Lula ladrão”

Em nota, o iFood afirma ter tomado medidas para solucionar o problemas e que não houve vazamento de dados bancários.

Postado em: 03-11-2021 às 11h09
Por: Ícaro Gonçalves
Em nota, o iFood afirma ter tomado medidas para solucionar o problemas e que não houve vazamento de dados bancários.

Usuários do iFood foram surpreendidos na noite desta terça-feira (2/11) ao acessarem o aplicativo. Nomes de diversos estabelecimentos e restaurantes apareceram trocados por frases de cunho político, como “Bolsonaro 2022” e “Lula ladrão”. Outras chegavam a espalhar discursos anticiência, como “Vacina mata”.

Inicialmente, a falha foi considerada por internautas como sendo fruto de um ataque hacker, o que foi desmentido pela empresa momentos depois. A situação ocorreu dias depois do iFood deixar de patrocinar o Flow Podcast como resposta a uma sequência de tuítes de seu apresentador Monark, em que ele questiona se “ter uma opinião racista é crime”.

Em nota, o iFood afirma ter tomado medidas para solucionar o problemas e que não houve vazamento de dados bancários:

Continua após a publicidade

“Na noite de hoje, 2 de novembro, o iFood identificou que alguns estabelecimentos cadastrados na plataforma tiveram seus nomes alterados. Aproximadamente 6% dos estabelecimentos foram afetados. A empresa tomou medidas imediatas para sanar o problema e proteger os dados de restaurantes, consumidores e entregadores.

Em investigações preliminares, a empresa informa que não há qualquer indício de vazamento da base de dados pessoais cadastrados na plataforma, tampouco de dados de cartão de crédito.”

Veja Também