Máscaras deixam de ser obrigatórias em aviões e aeroportos, decide Anvisa

Anvisa passa a recomendar o uso de mascaras nos ambientes; obrigatoriedade estava em vigor desde 2020.

Postado em: 17-08-2022 às 16h46
Por: Luan Monteiro
Anvisa passa a recomendar o uso de mascaras nos ambientes; obrigatoriedade estava em vigor desde 2020. | Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu remover a obrigatoriedade de máscaras em aeronaves e aeroportos nesta quarta-feira (17/8). Agora, a agência passa a recomendar o uso nesses ambientes. A obrigatoriedade estava em vigor desde 2020.

Segundo a decisão da Anvisa, o cenário epidemiológico atual permite que algumas medidas sanitárias sejam atualizadas, como o uso obrigatório das máscaras. Porém, a agência reforça que o uso de máscaras faciais e o distanciamento físico são medidas efetivas de mitigação do risco de transmissão da doença e continuarão a ser recomendadas.

“Diante do atual cenário, o uso de máscaras, adotado até então como medida de saúde coletiva, é convertido em medida de proteção individual”, diz a decisão.

Continua após a publicidade

A Anvisa já havia liberado, em maio deste ano, o serviço de bordo em aeronaves mas, na época, manteve a obrigatoriedade do uso de máscaras nos aviões e em áreas restritas de aeroportos. Na decisão de maio, o uso da capacidade máxima de transporte de passageiros também foi autorizada.

As medidas mantidas pela Anvisa na decisão desta quarta são:

  • Disponibilização de álcool em gel em aeroportos e aeronaves
  • Procedimentos de limpeza e desinfecção
  • Sistemas de climatização
  • Desembarque por fileiras
  • Avisos sonoros com adaptações, recomendando o uso de máscaras, especialmente por pessoas vulneráveis

Veja Também