Tragédia: Cerca de 230 baleias encalham em praias da Tasmânia

O departamento de recursos naturais e meio ambiente da Tasmânia informou em comunicado que os animais se tratam de baleias-piloto

Postado em: 21-09-2022 às 10h50
Por: Ícaro Gonçalves
O departamento de recursos naturais e meio ambiente da Tasmânia informou em comunicado que os animais se tratam de baleias-piloto | Foto: Department of Natural Resources / AFP

Cenas chocantes com dezenas de baleias encalhadas em praias da Tasmânia foram divulgadas na manhã desta quarta-feira (21/9). O incidente coletivo foi descoberto por especialistas em conservação marinha da Austrália, que precisaram se descolar até o estado para tentar socorrer os animais.

Segundo informações, um total de 230 baleias encalharam em Ocean Beach, na costa oeste da Tasmânia. Autoridades temem que metade delas já tenha morrido.

O Departamento de Recursos Naturais e Meio Ambiente da Tasmânia informou em comunicado que os animais se tratam de baleias-piloto. O caso está sendo avaliado para se descobrir o motivo do encalhamento coletivo e formas para socorrer as baleias, disse o comunicado.

Continua após a publicidade

“[A] resposta ao encalhe nesta área é complexa. Se for determinado que há necessidade de ajuda do público em geral, um pedido será feito por várias vias”, acrescentou.

O encalhe ocorre poucos dias depois que mais de uma dúzia de cachalotes machos morreram em um encalhe em massa na Tasmânia.

Há dois anos, o estado também foi palco do maior encalhe da história moderna da Austrália, com um total de 500 baleias. As autoridades conseguiram resgatar cerca de 100 deles.

A vizinha Nova Zelândia tem a maior taxa de encalhe de golfinhos e baleias do mundo, com centenas de mamíferos encalhados em suas costas a cada ano. Mas a razão pela qual eles ficam presos nas praias permanece um mistério.

Leia também: Massacre de quase 1.500 golfinhos desperta protestos sobre a caça tradicional nas Ilhas Faroe

Veja Também