Candidatura de Iris pode ser impugnada

Representação proposta por Delegado Waldir questiona a escolha de Major Araújo como vice do peemedebista

Postado em: 01-09-2016 às 17h35
Por: Toni Nascimento
Representação proposta por Delegado Waldir questiona a escolha de Major Araújo como vice do peemedebista


Mardem Costa Jr.

Uma ação movida pelo departamento jurídico do candidato Delegado Waldir (PR) pode impugnar a chapa liderada por Iris Rezende (PMDB) e Major Araújo (PRP). A alegação é de que o Partido Republicano Progressista (PRP) teria indicado Araújo como vice do peemedebista fora do prazo legal. De acordo com a iniciativa do staff do republicano, a irregularidade pode ser comprovada pela ata enviada pela coligação de Iris ao Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO).

Instado a se manifestar sobre o pedido, o Ministério Público de Goiás (MPGO) considerou que o mesmo é procedente. O promotor eleitoral Alexandre Mendes, em seu parecer, considera que a documentação e notícias acerca da chapa Iris prefeito e Major Araújo vice indica que a escolha foi feita fora do prazo legal das convenções partidárias – de 20 de julho a 5 de agosto. Não há um prazo para que a Justiça Eleitoral decida se aceita ou recusa a ação.

Continua após a publicidade

A reportagem está apurando mais informações junto às coordenações de campanha de Iris e Waldir. Segundo os advogados de Waldir existe uma previsão de decisão até sabado (03), e ele não irá comentar sobre o caso até lá. 

 

Veja Também