Governo lança segunda etapa do Programa Água Para Todos

O programa é desenvolvido em uma parceria do Governo de Goiás e o Ministério de Integração Nacional

Postado em: 26-10-2016 às 11h00
Por: Redação
O programa é desenvolvido em uma parceria do Governo de Goiás e o Ministério de Integração Nacional

O Governador Marconi Perillo e o secretário de Desenvolvimento, Luiz Maronezi, lançam hoje a segunda fase do Programa Água Para Todos, parceria entre o Governo de Goiás e o Ministério de Integração Nacional. Esta fase corresponde à implantação de 106 Sistemas Coletivos de Abastecimento de água potável em comunidades rurais de Goiás, com previsão de atendimento a mais de 35 mil pessoas.
 
“O acesso a água de boa qualidade é essencial para todos, parece algo simples e óbvio, mas sabemos que muitos enfrentam grandes dificuldades para alcançar esse bem. Esperamos que com estas ações possamos levar qualidade de vida, prosperidade e desenvolvimento para as comunidades atendidas”, enfatiza Luiz Maronezi. 
 
O sistema coletivo de abastecimento é composto pela perfuração de poços de grande profundidade e, ainda, a instalação de pequena rede de distribuição da água para a comunidade. Serão investidos nesta ação R$ 18 milhões de reais, recursos oriundos do Governo Federal e contrapartida do Governo de Goiás.
 
Serão atendidas prioritariamente comunidades de assentamentos rurais localizadas nas regiões do Entorno de Brasília, Norte, Nordeste e Oeste. Como critérios para a escolha das regiões, o Comitê Gestor Estadual do Programa Água Para Todos, coordenado pela SED, observou questões como índice pluviométrico, clima e os requisitos estabelecidos pelo Governo Federal, que abrange renda per capita, entre outros.
 
O Programa

Em Goiás, o Programa Água Para Todos prevê investimentos de R$ 31,4 milhões na realização de três ações: a implantação de 500 Cisternas de Polietileno de Abastecimento de Água, 106 Sistemas Coletivos de Abastecimento de Água e a instalação de 1595 Unidades de Captação de Água por poços revestidos de baixa profundidade. Ao todo, serão mais de 55 mil pessoas beneficiadas pelos programas, em comunidades localizadas em regiões com difícil acesso a água.
 
A primeira fase do Programa já foi cumprida pelo Estado, com a implantação de 500 cisternas para captação de águas de chuva destinadas ao consumo humano, distribuídas em dez municípios goianos com atendimento a mais de 2500 pessoas. Sendo 50 cisternas em assentamentos de 10 municípios: Buritinópolis Divinópolis, Campos Belos, Guarani de Goiás, Iaciara, Nova Roma, Cavalcante (Calungas), Sitio da Abadia, Flores de Goiás e São Domingos.

Foto: reprodução 

Veja Também