Missa de ação de graças após um ano da morte de Maguito Vilela reúne família, amigos e políticos

Postado em: 14-01-2022 às 17h36
Por: Almeida Mariano
"Precisamos transformar isso numa saudade, em boas recordações, bons exemplos e seguir em frente. Dar sequência no exemplo de vida que ele deixou para todos nós”, disse Daniel, se referindo ao sentimento de perda ainda recente.

Após um ano do falecimento de Maguito Vilela, uma cerimônia foi realizada na Igreja Ortodoxa São Nicolau, onde familiares e autoridades relembraram a trajetória do ex-governador e prefeito eleito de Goiânia que morreu vítima das complicações da Covid-19. A missa em ação de graças pela passagem de um ano da morte do ex-governador e ex-prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela aconteceu na última quinta-feira (13). 

Na celebração, o padre Rafael Magul disse que Maguito Vilela “fez da sua profissão um sacerdócio” e afirmou que ele não vivia da política, mas para “fazer e servir” a política. A viúva de Maguito, Flávia Teles, confessou que o sentimento é de gratidão pela vida que Maguito teve.

 “Deixou um legado de exemplo que estamos seguindo”, frisou. Segundo ela, a família encontra forças no carinho que é presente e vem de vários cantos. “Muita gente se unia em oração com a gente, desde a internação. Até hoje recebemos mensagens de carinho, histórias de pessoas que ele ajudou e que não conhecemos. O Maguito deixou coisas boas e isso dá um conforto”, disse Flávia. 

Daniel Vilela, filho de Maguito,afirmou que relembrar do pai é difícil porque tudo ainda é muito recente. “Mas precisamos transformar isso numa saudade, em boas recordações, bons exemplos e seguir em frente. Dar sequência no exemplo de vida que ele deixou para todos nós”, disse Daniel.

 “Nos deixa um legado que impõe aos governantes a responsabilidade de levar cidadania a todos os quadrantes de Goiás…foi o primeiro governador, em Goiás, que teve uma visão de atender os mais vulneráveis”,  destacou o governador  Ronaldo Caiado.

Compartilhe: