Vereadora quer instalação de Arena Sertaneja na Capital

Postado em: 16-05-2022 às 08h30
Por: Felipe Cardoso
Proposta de Sabrina Garcez deve ser discutida essa semana | Foto: Reprodução

A vereadora Sabrina Garcez (Republicanos) protocolou na Câmara Municipal de Goiânia um projeto de lei para criação de uma Arena Sertaneja na capital. A ideia é de que o espaço cultural centralize a promoção de eventos festivos e de atrações sertanejas em Goiânia.

Segundo a parlamentar, o objetivo da proposta é fomentar tradições populares, arte e aspectos sertanejos da cultura goiana, preservando a memória e homenageando cantores e duplas – dos tradicionais aos consagrados na atualidade. Além disso, o novo espaço também seria importante, segundo ela, para promover novos talentos.

Ao comentar o projeto, Sabrina lembra que o sertanejo movimenta a economia local. “Falar de Goiânia é falar de música sertaneja. Todo mundo sabe que a cidade é polo de produção e difusão do gênero. É aqui onde ocorrem estreias; residem e trabalham centenas de músicos, compositores e produtores. Nossa cultura está totalmente atrelada ao sertanejo, seja raiz ou universitário”, afirma.

Ainda de acordo com a vereadora, a criação do espaço para celebrar a música sertaneja está em consonância com a Lei Orgânica do Município (LOM). Em seu artigo 260, a LOM trata do estímulo à cultura em suas múltiplas manifestações, garantindo a todos o pleno e efetivo exercício dos respectivos direitos, bem como o acesso às suas fontes, apoiando e incentivando produção, difusão, preservação e valorização dos bens e manifestações culturais. (Com informações da Câmara Municipal de Goiânia)

A vereadora Sabrina Garcez (Republicanos) protocolou na Câmara Municipal de Goiânia um projeto de lei para criação de uma Arena Sertaneja na capital. A ideia é de que o espaço cultural centralize a promoção de eventos festivos e de atrações sertanejas em Goiânia.

Segundo a parlamentar, o objetivo da proposta é fomentar tradições populares, arte e aspectos sertanejos da cultura goiana, preservando a memória e homenageando cantores e duplas – dos tradicionais aos consagrados na atualidade. Além disso, o novo espaço também seria importante, segundo ela, para promover novos talentos.

Ao comentar o projeto, Sabrina lembra que o sertanejo movimenta a economia local. “Falar de Goiânia é falar de música sertaneja. Todo mundo sabe que a cidade é polo de produção e difusão do gênero. É aqui onde ocorrem estreias; residem e trabalham centenas de músicos, compositores e produtores. Nossa cultura está totalmente atrelada ao sertanejo, seja raiz ou universitário”, afirma.

Ainda de acordo com a vereadora, a criação do espaço para celebrar a música sertaneja está em consonância com a Lei Orgânica do Município (LOM). Em seu artigo 260, a LOM trata do estímulo à cultura em suas múltiplas manifestações, garantindo a todos o pleno e efetivo exercício dos respectivos direitos, bem como o acesso às suas fontes, apoiando e incentivando produção, difusão, preservação e valorização dos bens e manifestações culturais. (Com informações da Câmara Municipal de Goiânia)

Compartilhe: