Representantes de partidos visitam sala de totalização de votos no TSE

A visita ocorreu a convite do presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes

Postado em: 28-09-2022 às 13h32
Por: Luan Monteiro
A visita ocorreu a convite do presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes. | Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

Representantes de partidos e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), do Ministério da Defesa e de organizações internacionais visitaram a sala de totalização de votos, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta quarta-feira (28/9). A iniciativa tinha como objetivo apresentar a seção de totalização dos votos para as eleições deste domingo.

A visita ocorreu a convite do presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes. No encontro, autoridades conheceram a seção, que consiste em um escritório comum, com janelas de vidro, computadores e profissionais que fazem o trabalho. Na ocasião, Moraes afirmou que “a apuração é transparente e auditável”.

“É para mostrar o que já é óbvio: a transparência. É uma sala aberta, clara. Não é sala secreta, nem sala escura“, disse o presidente da Corte. “Essa sala não conta votos. A partir do momento em que o boletim de urna sai, a contagem é feita. Não há participação humana. Os profissionais estão aqui para acompanhar qualquer problema que possa vir a ocorrer”, explicou o ministro.

Continua após a publicidade

O local terá livre acesso para os representantes das entidades fiscalizadoras, como Ministério Público (MP), OAB, Polícia Federal, partidos políticos, Forças Armadas e observadores internacionais, a partir das 16h30 do domingo (2/10).

A Seção de Totalização (Setot) é uma das áreas da Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do TSE que atua no desenvolvimento dos sistemas de totalização e divulgação dos resultados.

Veja Também