Políticos ligados ao MDB apoiam Ronaldo Caiado ao governo

O grupo é conduzido pelo deputado estadual José Nelto, do Podemos

Postado em: 04-05-2018 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
O grupo é conduzido pelo deputado estadual José Nelto, do Podemos

Lideranças políticas de 19 municípios goianos declararam nesta quarta-feira apoio a pré-candidatura do senador Ronaldo Caiado ao governo, e à reeleição de Wilder Morais ao Senado. O grupo é conduzido pelo deputado estadual José Nelto, do Podemos. Entre ex-prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, as lideranças enfatizaram que Ronaldo Caiado é o nome da mudança em Goiás. Do MDB, 15 municípios foram representados.

Para José Nelto, estes encontros maram um momento importante da pré-candidatura de Caiado. “Estão aqui cidades importantes de Goiás em apoio a Ronaldo Caiado. A dissidência do MDB em todo o Estado já decidiu que apoia a candidatura dele porque é a verdadeira oposição ao projeto fracassado de Marconi Perillo”, assegurou.

Continua após a publicidade

Ex-prefeito pelo MDB de São Domingos, Gervásio Gonçalves da Silva foi enfático ao dizer que a insatisfação com os rumos do partido motivou o desejo de caminhar ao lado de Ronaldo Caiado. “Nós emedebistas temos a tradição histórica de rivalidade contra o PSDB em Goiás. Somos adversários. O que MDB precisa fazer é unir as oposições”, defendeu.

“Vou pregar que toda a base do MDB no Estado, todos os diretórios municipais, exijam do diretório estadual a coligação com Ronaldo Caiado. Ele é um homem honrado, que não está envolvido em Lava Jato e tem estatura para governar Goiás”, afirmou Gervásio Gonçalves.

Há 15 anos filiado ao MDB e no sexto mandato como vereador, o presidente da Câmara de Campos Belos, Juranda, também defendeu o nome do democrata como o mais preparado para a disputa. “Toda a vida a gente ficou na garupa, nunca fomos governo.  Os membros do MDB estão aqui comigo para abraçar a candidatura de Ronaldo Caiado. Goiás precisa mudar. E é por isso que queremos Ronaldo Caiado. Tenho a honra de ser goiano e saber que tem um homem respeitado no Senado nos representando”, explicou.

O mesmo defende o MDB de Ipiranga. O ex-prefeito Enilton José de Souza afirma que espera ver Goiás mudar. “Estamos aqui porque é o que a maioria dos goianos quer. MDB não quer mais sofrer, quer a vitória. Minha única filiação até hoje foi no MDB. Infelizmente não estou satisfeito com essa situação que o partido vive hoje”, disse, lembrando que a maioria dos vereadores é do MDB e que vai trabalhar fortemente o nome de Ronaldo Caiado para o governo.

O vereador Uelliton José Machado, do MDB de Itapaci, contou que seu grupo político optou por seguir José Nelto após a dissidência.  

Maguito diz não ter lógica em pedido de expulsão 

Lucas de Godoi*

O ex-governador de Goiás Maguito Vilela foi denunciado no Conselho de Ética do MDB nesta quarta-feira. O pedido foi protocolado por um líder político de Catalão, que apoia a candidatura de Ronaldo Caiado (DEM) para o governo. A alegação é de que Vilela havia defendido aliança com o PSDB. 

Maguito refuta a acusação com argumento de que não existe motivo para o pedido e que esse “movimento político busca gerar confusão”. Segundo ele, trata-se de “um pedido sem a menor lógica” e que “isso é próprio de quem quer tumultuar o ambiente político, uma forma meio grotesca de fazer política”, destaca. 

No documento, o autor da denúncia diz que a fala do ex-governador representa a maior traição ao partido no estado. “Na verdade, a recente posição adotada pelo ex-governador Maguito Vilela representa a maior traição acontecida em todos os tempos de existência do MDB goiano, o que de forma inequívoca, também documenta a sua infidelidade com o partido e com todos os MDBistas goianos”, descreve. 

Na defensiva, Maguito Vilela sugere que o ato é uma resposta depois de o Conselho de Ética do partido receber pedido semelhante para expulsar o grupo de prefeitos caiadistas. “Muita gente pediu a expulsão deles porque eles sim traíram o partido e foram apoiar outro candidato”. (*Especial para O Hoje) 

Veja Também