Quarta-feira, 27 de setembro de 2023

“Volta Ana Paula” é cancelado e MDB segue sem nomes em Goiânia

Partido fará projeto de capacitação com foco nas pré-candidatas do partido; filha de Iris deve participar

Postado em: 14-09-2023 às 07h30
Por: Francisco Costa
Imagem Ilustrando a Notícia: “Volta Ana Paula” é cancelado e MDB segue sem nomes em Goiânia
Partido fará projeto de capacitação com foco nas pré-candidatas do partido; filha de Iris deve participar | Foto: Reprodução

O MDB goiano não fará mais, nesta quinta-feira (14), um evento no escritório da advogada Ana Paula Rezende (MDB) para tentar convencer a filha do ex-prefeito Iris Rezende em repensar e disputar o paço da capital. Presidente do MDB Mulher e organizadora do ato, a ex-prefeita de Britânia Cleuza Assunção confirmou o recuo e a mudança no foco.

Segundo ela, Ana Paula chegou de viagem no último domingo (10) e, na segunda-feira (11), elas conversaram por cerca de 2 horas. A advogada explicou o momento a Cleuza e declarou não se sentir preparada para representar o nome do pai em uma disputa. Com a decisão, o MDB segue em dificuldades para emplacar um nome na cabeça de chapa na capital. 

“Ela disse que não tem medo de campanha, e que não pensa na questão de ganhar ou perder. Mas que ainda não pensa em administrar como o pai. Que não se sente preparada.” Cleuza disse que insistiu, que sugeriu até montar uma equipe de pessoas próximas a Iris, como o ex-secretário Paulo Ortegal e outros, mas que a negativa continuou. 

Continua após a publicidade

Ainda assim, Ana Paula afirmou à presidente do MDB Mulher que seguirá na política e na defesa do partido, principalmente na luta pela maior participação da mulher na política. E este último é, justamente, o novo foco do evento desta quinta.

O evento de 2 mil pessoas no escritório de Ana Paula para convencê-la a disputar o pleito agora será um encontro por maior participação das mulheres na política, no diretório estadual do partido, em Goiânia, e também de capacitação. A advogada, inclusive, estará no local às 14h para falar sobre o assunto. A programação começa às 13h.

Cleuza explica que o público-alvo do projeto de formação política serão: pré-candidatas à prefeitas e prefeitos, pré-candidatas à vice-prefeitas e vice-prefeitos e pré-candidatas à vereadoras e vereadores e todos os núcleos e comissões executivas (MDB Mulher, MDB Diversidade, MDB Afro, Juventude MDB, MDB Socio-ambiental e MDB Trabalhista), além de toda a militância do MDB. Ou seja, homens também participarão.

Agora são esperados cerca de 350 pessoas. Além de Ana Paula, o vice-governador e presidente estadual do partido, Daniel Vilela, também confirmou presença. 

Questionada se o partido ainda terá candidato em Goiânia, a presidente do MDB Mulher garante que sim. “Temos três nomes, mas ainda não vamos adiantar. Sob liderança de Daniel, teremos um prefeito em Goiânia.” Vale citar, o deputado estadual Charles Bento e o neto do ex-senador Mauro Miranda, o suplente de deputado federal Felipe Cecílio, já colocaram o nome à disposição. Além deles, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (Patriota, rumo ao MDB), também é uma possibilidade, mas depende de autorização da Justiça.

Desistência

Há algumas semanas, Ana Paula anunciou aos aliados que não disputaria a prefeitura de Goiânia. Um dia depois, formalizou a desistência pelas redes sociais. “Após um tempo de profunda reflexão tomei a decisão de não apresentar meu nome como pré-candidata a prefeita nesta eleição”, escreveu no Instagram.

Segundo Ana, à época, o nome dela era sondado pelo MDB para a disputa, o que “a honra e envaidece”, pois entende como uma homenagem ao pai. Ainda assim, ela preferiu agradecer ao presidente estadual da sigla e vice-governador, Daniel Vilela, pelo cuidado e ao governador Ronaldo Caiado (União Brasil), “por ter a certeza de que estaria ao meu lado se levasse adiante uma candidatura”.

Também naquele momento, ela disse que não descartava “disputar um mandato eletivo futuramente”. Ana argumentou que queria participar da política, por entender “a fundamental importância da política para transformar a vida dos que mais precisam. Para isso entendo que preciso construir o meu próprio caminho, com humildade, tempo e os pés no chão”. Por fim, ela afirmou que podem contar com ela para um projeto voltado para cuidar da cidade e que Iris continua sendo referência para ela. A disputa, contudo, ficará para outro momento.

Veja Também