Presidente do PROS é acusado de agredir a filha, em Planaltina

A jovem contou que recebeu tapas e pontapés. Defesa de Eurípedes Júnior chamou o fato de correção e lamentou a exposição na imprensa – Foto: Reprodução.

Postado em: 09-01-2020 às 14h53
Por: Nielton Soares
A jovem contou que recebeu tapas e pontapés. Defesa de Eurípedes Júnior chamou o fato de correção e lamentou a exposição na imprensa – Foto: Reprodução.

Nielton Soares

O presidente nacional do Partido
Republicano da Ordem Social (PROS), Eurípedes de Macedo Júnior, foi acusado pela
própria filha de agressão violenta. O caso aconteceu em Planaltina de Goiás, no
Entorno do Distrito Federal (DF), a 259 km de Goiânia.

A jovem, de 19 anos, que
registrou um boletim de ocorrência contra o pai na quarta-feira (8), contou que
as agressões aconteceram na sede do partido. Segundo ela, o político lhe deu
tapas e pontapés. A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) já instaurou um inquérito
para apurar a denúncia.

Continua após a publicidade

Por comunicado, a defesa de
Eurípedes Júnior rebateu a denúncia e “lamentável que um pai ao buscar corrigir
a filha, tenha um conflito familiar exposto na imprensa”. O motivo seria porque
ela discordou em vender um veículo para pai, que quis pagar R$ 15 mil. 

 

Veja Também