Pastor da Deus é Amor se pronuncia pela primeira vez após escândalo sexual com Léia Miranda

Paulo Elias é a voz do homem que aparece dizendo coisas consideradas "impróprias" com a mulher.

Postado em: 29-09-2022 às 16h01
Por: Redação
O vídeo foi publicado em seu perfil das redes sociais nesta quinta-feira (28/9), através de uma live | Foto: Reprodução/Youtube

O pastor que se envolveu no escândalo sexual com a cantora Léia Miranda da Igreja Pentecostal Deus é Amor se pronunciou pela primeira vez após áudio vazado. Paulo Elias é a voz do homem que aparece dizendo coisas consideradas “impróprias” com a mulher. O vídeo foi publicado em seu perfil das redes sociais nesta quinta-feira (28/9), através de uma live.

O caso acabou sendo vazado e gerou bastante polêmica entre os seguidores da instituição, o homem foi afastado de suas funções na IPDA. No registro, Elias disse que está muito abalado com que aconteceu e relata que sua vida mudou completamente.

“É difícil, não é fácil você estar vivendo numa prova desse tamanho”, desabafou. O pastor reclamou de não poder retornar à instituição para buscar as suas malas e alega que o seu notebook no valor de R$ 6 mil está perdido e não devolveram para ele.

Continua após a publicidade

Elias ainda agradeceu o apoio dos amigos e irmãos, afirmando estar grato pela oportunidade de ter trabalhado na IPDA. Confira:

Léia Miranda se pronuncia

Léia Miranda, pastora da Igreja Pentecostal Deus é Amor, realizou uma live para se pronunciar sobre os áudios vazados. O gravação considerada “imprópria” pelos evangélicos e seguidores da igreja, foi analisado por um perito profissional. De acordo com a cantora gospel, o resultado acabou sendo inconclusivo, isto é, não foi possível confirmar se a voz pertence a pessoa.

Miranda havia relatado que o áudio era forjado e por isso contratou um profissional para averiguar. A transmissão da live ocorreu na quinta-feira (22/9), às 19h. Ela iniciou rezando, pronunciando o o Salmo 140 que seu pai, David Miranda, fundador da instituição, a ensinou orar. Além disso, ela também pediu perdão à sua mãe Ereni Miranda, atual presidente da IPDA, pelas declarações acusatórias chamando a igreja de corrupta.

Segundo Léia, as suas acusações não foram direcionadas para a presidente, mas sim à diretoria, afinal ela apresenta respeito por sua genitora e compreende seu cargo que está “acima do patamar da diretoria”. Partindo para os comentários acerca do polêmico áudio, a cantora ressaltou que a pericia irá realizar uma nova captação da gravação, desta vez em um estúdio para apresentar mais uma comparação. Em suas palavras, o procedimento é necessário para não gerar dúvidas.

Veja Também