19 de agosto de 2017 - sábado

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Cidades
Escola Mais Segura
18/04/2017 | 06h00
Operação já realizou 106 abordagens
O objetivo desta operação é levar mais segurança aos prédios públicos da Prefeitura de Goiânia

Caio Marx

 Desde o dia 5 deste mês a Guarda Civil Metropolitana de Goiânia (Gcm) vem atuando nas escolas e prédios da Secretaria Municipal de Educação (Sme) com a Operação Escola Mais Segura com intuito de reduzir as ocorrências de furtos e roubos principalmente nas escolas.

O objetivo desta operação é levar mais segurança aos prédios públicos da Prefeitura de Goiânia, pois com o aumento dos índices de vandalismo e furtos ocorridos recentemente, o prefeito de Goiânia determinou que a corporação desse uma resposta à população.

Segundo o comandante da corporação, Inspetor José Eulálio, mais de cem guardas civis foram disponibilizados para o serviço com o objetivo de reduzir os índices de ocorrências, realizando a identificação e detenção dos autores e recuperação dos objetos furtados.

Os dados do departamento de planejamento apresentaram 1.476 ações, divididas em 367 visitas aos prédios e logradouros. Foram realizadas 106 abordagens, 990 PBs (quando a viatura fica estacionada em frente ao local), detectados 4 disparos de alarmes, 1 furto comprovado, 3 prisões ocorridas feitas pela equipe da Romu, com 1 apreensão de arma, e 4 veículos recuperados.

O comando da instituição reitera que está trabalhando 24h no combate a todo tipo de vandalismo, furtos e roubos nos próprios públicos, assim como na proteção da vida da população e pede ainda que em caso de alguma movimentação fora da rotina normal, que a mesma denuncie na central de comunicação ou no número 153.

Invasões

A ação da GCM em parceria com a SME se dá após as escolas estaduais e Cmeis da Grande Goiânia sofrerem com frequentes assaltos, apenas nos últimos dois meses ocorreram cerca de sete assaltos a instituições públicas de ensino. No dia 31 do mês passado, criminosos invadiram e fizeram um arrastão no Colégio Estadual Nova Cidade, em Aparecida de Goiânia. Os homens armados ameaçaram os estudantes e uma adolescente chegou a desmaiar. Não houve a prisão de nenhum suspeito.

Na mesma semana, no dia 27 de março, assaltantes também realizaram um arrastão no Colégio Estadual José Alves de Assis, no Setor dos Afonsos, também em Aparecida de Goiânia. Na ocasião, cerca de 300 estudantes faziam provas, quando foram surpreendidos pelos assaltantes. De acordo com a direção da unidade, o grupo levou sacos cheios de celulares, jóias, e até roupas e calçados dos alunos e professores. A Polícia Militar foi até o local e registrou ocorrência. Não houve feridos.

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)