Segunda-feira, 27 de janeiro de 2020
GOIÂNIA-GO
{{tempo.temperatura}}°

Economia

Rebanho bovino de Goiás é o 2º maior do Brasil

Postado em: 28-09-2018 às 06h00
Na lista dos 20 municípios com a maior quantidade de bovinos, consta apenas uma cidade goiana, Nova Crixás, localizada no noroeste do Estado

O número de cabeças de gado em Goiás alcançou o número recorde de 22,87 milhões

A safra recorde de grãos em 2017, influenciada por fatores climáticos favoráveis, contribuiu para a redução dos custos de produção no setor pecuário entre 2016 e 2017. Assim, o número de cabeças de gado em Goiás alcançou o número recorde de 22,87 milhões. O valor representa um crescimento de 4,5% em relação a 2015. Os dados são da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

Enquanto isso, o número nacional chegou a 218,2 milhões de cabeças de gado, um crescimento de 1,4% em relação ao ano anterior. No ranking geral, Goiás ocupa a segunda posição em quantidade de animais em todo o País, perdendo apenas para Mato Grosso. O Estado de Goiás representa 10,5% do total.

O estudo traz informações dos efetivos da pecuária existentes no país, da produção de origem animal e do valor da produção, que fechou 2017 em queda de 0,4% comparativamente a 2016.

Na lista dos 20 municípios com a maior quantidade de bovinos, consta apenas uma cidade goiana, Nova Crixás, localizada no noroeste do Estado, que possui 752.833 cabeças de gado e está na 12° posição. Os municípios goianos que seguem com mais animais são São Miguel do Araguaia, Caiapônia e Porangatu.

Outras produções

Na contramão do rebanho bovino, o suíno registrou uma queda de 2,2% em 2016. A quantidade de animais foi de 1,98 milhão, quando em 2015 chegou a 2,03 milhões. O único município goiano na relação dos 20 maiores criadores de gado do Brasil foi Rio Verde, em segundo lugar, perdendo apenas para Toledo (PR).

Já a quantidade de galináceos cresceu 7,1% no Estado. O número desses animais chegou a 68,74 milhões, ocupando a 6° posição no ranking de maiores criadores, atrás de Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, respectivamente. O município que lidera em Goiás é Rio Verde, seguido por Buriti Alegre e Urutaí.

A produção de ovos de galinha também registrou crescimento. O número foi de 3,81 bilhões de dúzias, em 2016, índice 1,2% superior a 2015. Os municípios líderes são Inhumas, Leopoldo de Bulhões e Rio Verde.

O Brasil se destaca mundialmente na produção e exportação de frangos, sendo o maior exportador e segundo maior produtor de carne de frango, também de acordo com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos. Os principais destinos do produto brasileiro em 2017 foram Arábia Saudita, Japão e China. (Agência Brasil)  

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar