17 de outubro de 2017 - terça-feira

Euro R$ {{cotacao.valores.EUR.valor| number:3}}    Dólar R$ {{cotacao.valores.USD.valor | number:3}}
{{tempo.cidade}}
{{tempo.previsoes[0].temperatura_min}}° MIN {{tempo.previsoes[0].temperatura_max}}° MÁX
Política
Opinião
19/04/2017 | 06h00
Coluna Xadrez: Líder da base indica rejeição de emendas na PEC

Rubens Salomão

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa votará na manhã de quinta-feira (20) o relatório apresentado ontem pelo deputado Gustavo Sebba (PSDB), que tem vistas a sete parlamentares da Comissão, sobre a PEC do Teto de Gastos. Além das três alterações acertadas com o governo, o relator apresentou oito mudanças não acordadas, entre elas a retirada dos servidores da Segurança Pública e dos auditores fiscais, entre outras “carreiras de estado”, que se tornarão exceções na aplicação do limite dos gastos. O governo concordou com a manutenção da gestão total pelo TJGO, TCE, TCM, MPE e Alego de seus próprios fundos; o teto definido pelo maior índice na comparação entre aumento da Receita Corrente Líquida e a inflação (IPCA) e a revisão das medidas da PEC em três anos. “Eu vou fazer uma avaliação das emendas apresentadas pelos parlamentares e o que foi apresentado pelo relator e aquilo que não foi acordado com o governo, nós faremos um parecer rejeitando. Isso é ponto pacífico”, antecipa o líder do governo, Francisco Oliveira (PSDB).

Votação

A PEC do Teto de Gastos será votada na CCJ na próxima quinta-feira (20), pela manhã, já que os deputados anteciparão os trabalhos em véspera de feriado. Outras emendas poderão ser apresentadas na primeira votação em plenário.

Natimorto

O deputado Major Araújo (PRP) apresentou ontem seu segundo pedido de impeachment contra Marconi Perillo. Ainda sobre as contas, já aprovadas, de 2015.

Detran premia inovação

Um aparelho de pupilometria dinâmica, capaz de diagnosticar o consumo de álcool por meio da filmagem e estimulação da pupila do condutor conquistou o primeiro lugar do Prêmio Detran de Incentivo à Inovação, realizado em parceria com a Universidade Estadual de Goiás (UEG). O julgamento da segunda etapa do prêmio foi realizado nesta segunda-feira (17) e selecionou quatro trabalhos. Os escolhidos receberão prêmio em dinheiro no valor no valor de R$ 10 mil (1º lugar), R$ 8 mil (2º), R$ 5 mil (3º) e R$ 2 mil (4º). Um aplicativo voltado para os ciclistas foi classificado em segundo lugar. O Wolle propõe a integração entre os amantes da bicicleta, no formato do Waze, com definição de melhores rotas e pontos críticos. O Curso de Formação Permanente à Distância e Presencial de Ensino e Aprendizagem Significativa e Preventiva da Direção Veicular para instrutores, examinadores e centros de formação de condutores de Goiás, desenvolvido por uma pesquisadora de Santa Catarina, ficou em terceiro colocado. O prêmio foi lançado em 2016 pelo presidente, Manoel Xavier Filho.

Agilidade

O presidente do Crea-GO,Francisco Almeida, aprovou as novas regras para aprovação de projetos e emissão de alvarás de construção pela Prefeitura de Goiânia.

Responsabilidade

O programa “Aprovação Responsável Simplificada” será lançado na próxima semana e dará autonomia a engenheiros e arquitetos para permitir a emissão de alvarás online em 24 horas. A aprovação leva hoje, em média, de 120 a 180 dias.

Pauta positiva

O governador confirmou ontem o aumento de 25% no valor do programa ‘Pão e Leite’, destinados principalmente a entidades filantrópicas. E fez questão de valorizar a trajetória política, com vistas ao contexto nacional.

Modéstia

“Tenho muito orgulho de ter começado uma fase nova na inclusão social no Brasil”, afirmou o tucano. “Se tem um defeito que eu não tenho é de ser preguiçoso. Nem os adversários conseguem colocar em mim, porque eu levo a sério o que faço”, discursou.

Formalidade

Foi lido no plenário da Assembleia Legislativa o pedido de autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para abertura de ação penal contra Marconi. A defesa será apresentada em 15 dias e a chance de o processo ser aberto é zero.

Educação

Goiás avançou três posições no ranking de escolaridade média, de 13º lugar para 10º lugar, à frente dos vizinhos Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, subindo de 7,6 para 8,1 anos de estudos. A taxa de analfabetismo caiu de 7,7% para 6,1%. 

Avanço maior

No ensino superior, Goiás subiu da 13ª para a 7ª posição na proporção de jovens com curso universitário –18,6% dos jovens goianos têm nível superior.

Nada mais

Há mais de dois anos os primeiros goianos eram citados em lista da Lava Jato: os deputados federais pelo PP, Roberto Balestra e Sandes Junior. De lá para cá, investigação foi aberta e nada de concreto foi mostrado contra os dois. Pois é. 

Tópicos:

Comentário

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.
(62) 3095-8700 / 3095-8722 (dp. comercial)