Política

Pesquisa Fox Mappin/ O Hoje aponta empate técnico entre Vanderlan, Maguito e Adriana

Postado em: 14-10-2020 às 23h50
O Instituto avaliou ainda que Maguito tem a maior rejeição entre os primeiros colocados e perde para ambos no segundo turno

Samuel Straioto

O cenário eleitoral é de equilíbrio entre os candidatos a prefeito de Goiânia, de acordo com a segunda rodada da pesquisa FoxMappin/ O Hoje visando às eleições 2020 na capital. De acordo com o levantamento, os candidatos Vanderlan Cardoso (PSD), Maguito Vilela (MDB) e a Delegada Adriana Accorsi (PT) estão empatados tecnicamente, dentro da margem de erro que é de 3,5 pontos percentuais. A pesquisa divulgada após os primeiros dias de propaganda eleitoral no rádio e na televisão indicativos que a disputa será bem acirrada entre os prefeitáveis da capital.

Vanderlan Cardoso (PSD) lidera com 19,4% das intenções de voto. Maguito Vilela (MDB) é o segundo com 19,0% da preferência dos eleitores. A diferença entre os dois é de apenas 0,4 pontos percentuais , segundo o levantamento. Na terceira colocação aparece Adriana Accorsi (PT), com 17,4%. Na primeira rodada da pesquisa FoxMappin divulgada em 9 de setembro, havia um empate técnico entre Maguito e Adriana. O emedebista figurava com 20% e a petista com 23%. Vanderlan Cardoso não apareceu na rodada anterior, pois durante a fase de coletas, o PSD ainda não havia confirmado participação do senador no processo. O deputado federal Francisco Júnior era o pré-candidato na ocasião.

Na quarta posição uma surpresa na campanha eleitoral, o motorista de aplicativo Fábio Júnior (UP) tem 6,9% das intenções de voto. Na sequência aparece o deputado estadual Alysson Lima (Solidariedade) com 4,7%. Na rodada anterior, Fábio tinha 2,0% e Alysson 6%. Manu Jacob (PSOL) tem 3,4% que em setembro figurava com 3,0%. A vereadora Dra Cristina (PL) que ainda tenta judicialmente participação no processo eleitoral está empatada com o deputado estadual Major Araújo (PSL) com 2,4%. No último levantamento eles figuravam com 2,0% e 7,0%, respectivamente. O Elias Vaz (PSB) tem 0,4% das intenções de voto; Na última rodada o deputado federal tinha 6%.

O candidato Gustavo Gayer (DC), 0,8%. Estão empatados com 0,3% os candidatos a prefeito: Antônio Neto (PCB), Cristiano Cunha (PV) e Virmondes Cruvinel (Cidadania). Talles Barreto (PSDB) e Vinícius Gomes (PCO) tem 0,1% da preferência dos eleitores consultados pela pesquisa. Votos Nulo/ Branco: 11,3% e Não sabe / Não Respondeu: 9,3%. A pesquisa tem nível de confiança de 95% e foram entrevistados 784 eleitores em 175 bairros de Goiânia, entre os dias 01 e 08 de outubro de 2020.

Espontânea

Na pesquisa do tipo espontâneo, ou seja, quando é questionado apenas em quem o eleitor pretende votar, sem apresentar nenhum nome de candidato, o cenário também é de equilíbrio, entre Vanderlan Cardoso (PSD), Maguito Vilela (MDB) e Adriana Accorsi (PT). De acordo o levantamento, também há empate técnico. Vanderlan lidera com 13,3%, contra 12,8% de Adriana e 12,5% de Maguito. Na quarta colocação aparece o candidato da UP, Fábio Júnior com 6,8% das intenções de voto.

Manu Jacob (PSOL) tem 3,6%; Mesmo não sendo candidato a prefeito, Iris Rezende (MDB) foi citado por 2,2% dos eleitores consultados pela pesquisa FoxMappin/ O Hoje. Alysson Lima (Solidariedade) e Drª Cristina (PL) estão empatados com 1,9% das intenções de voto. Major Araújo (PSL) tem a preferência de 1,0% dos entrevistados.  Elias Vaz (PSB): 0,4%; Gustavo Gayer (DC) (0,3%); Talles Barreto (PSDB) e Virmondes Cruvinel (Cidadania) estão empatados com 0,1%. Cristiano Cunha (PV), Samuel Almeida (PROS), Antônio Neto (PCB) e Vinicius Gomes (PCO) não foram citados neste tipo de levantamento. Não sabe / Não respondeu: 35,1% e Voto Nulo / Branco: 8,4%.

Major Araújo lidera rejeição

O deputado estadual Major Araújo (PSL) é o mais rejeitado pelos eleitores consultados pelo FoxMappin. Não votariam nele: 28,2% dos entrevistados. Em setembro, na primeira rodada do levantamento, Araújo também era o candidato com maior percentual de desaprovação, com 9,2%. Dos três primeiros colocados na pesquisa, Maguito Vilela (MDB) tem maior índice de rejeição com 20,0%. Adriana Accorsi (PT) tem 16,3%. Na primeira rodada Maguito aparecia com 4,5% e Adriana com 7,6%. Vanderlan Cardoso (PSD) é rejeitado por 10,2% dos eleitores.

Gustavo Gayer (DC) é rejeitado por 3,3% dos entrevistados. Não votariam no candidato Elias Vaz (PSB) 3,1% dos eleitores. Talles Barreto (PSDB) e Virmondes Cruvinel (Cidadania) estão empatados com 2,8%. Manu Jacob (PSOL) tem índice de rejeição na ordem de 2,6%. O candidato Fábio Júnior (UP) é rejeitado por 2,4%. Alysson Lima (Solidariedade) 2,2%. Drª Cristina (PL) tem 2,0%. Antônio Neto (PCB): 1,7%. Samuel Almeida (PROS): 1,3%. Cristiano Cunha (PV): 0,9%. Vinícius Gomes (PCO) é o menos rejeitado pelos eleitores consultados com 0,4%.


Maguito perde nos dois cenários

A pesquisa FoxMappin/ O Hoje procurou identificar percentuais de eventuais cenários de segundo turno. Foram destacados três cenários entre os primeiros colocados na pesquisa estimulada. O candidato do MDB, Maguito Vilela perde nas duas eventuais disputas que foram destacada. Por outro lado, a Delegada Adriana Accorsi (PT) leva vantagem para os concorrentes. No primeiro cenário, em uma possível disputa com Vanderlan Cardoso (PSD), o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia tem 29,2% das intenções de voto, contra 37,5% do senador. Voto Nulo/ Branco: 22,6%. Não sabe ou não respondeu: 10,7%.

Em um segundo cenário entre a candidata do PT Adriana Accorsi e Vanderlan Cardoso, a deputada estadual tem leve vantagem de 0,5 pontos percentuais. Ela aparece com 37,6% das intenções de voto, contra 37,1% do senador. De acordo com o levantamento, votos nulos ou brancos: 17,9% e não sabe ou não respondeu: 7,4%. Em um último cenário, entre Adriana e Maguito, a petista tem 37,9% da preferência dos eleitores, contra 30,6% do candidato do MDB, Maguito Vilela. Voto Nulo ou Branco: 23,6% e não sabe ou não respondeu: 7,9%.

Metodologia

A pesquisa FoxMappin com intenções de voto para eleições municipais em Goiânia foi realizada entre os dias 01 e 08 de outubro. Foi utilizada uma amostra de 784 entrevistados, sendo estratificada segundo a região, sexo, faixa etária acima de 16 anos, nível de escolaridade e renda familiar. O trabalho de levantamento de dados foi feito através de entrevistas em 195 bairros em sete macrorregiões da capital: Central, Leste, Noroeste, Norte, Oeste, Sudoeste e Sul. A amostra representa o nível de confiança de 95,0% para uma margem estimada de erro de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos nos resultados gerais. A pesquisa foi registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o seguinte número: GO-00178/2020. 

 

Seja o primeiro a comentar

Fazer comentário

Acesse sua conta para comentar, é rápido e gratuito.

Inscreva-se na newsletter e receba

conteúdo exclusivo

Digite aqui o que deseja pesquisar