Durante entrega de viaturas, governo anuncia aumento

As 500 unidades entregues hoje compõem um conjunto de 2.141 novas viaturas para as polícias. O governo estadual prepara a entrega do restante em mais duas etapas

Postado em: 21-10-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa
As 500 unidades entregues hoje compõem um conjunto de 2.141 novas viaturas para as polícias. O governo estadual prepara a entrega do restante em mais duas etapas

‘Aquelas cenas patéticas de bravos policiais serem obrigados a empurrar viaturas caindo aos pedaços por falta de gasolina, ou aquelas cenas de policiais sem munição, sem revólveres, sem pistolas, sem coletes, são de um passado distante. De um passado onde homens que tinham a responsabilidade pela liderança do Estado desprezavam completamente a área de Segurança Pública”, afirmou hoje o governador Marconi Perillo ao entregar às forças policiais 500 novas viaturas em cerimônia na Academia de Polícia Militar, na presença, entre outras autoridades, do Comandante Geral da Polícia Militar de Goiás e secretário de Segurança em Exercício, Coronel Edson Costa Araújo.
Os veículos compõem um conjunto de 2.141 novas viaturas que a polícia goiana receberá em três etapas até o final deste ano. Na segunda serão entregues mil veículos, e a terceira, 641. O investimento total do governo estadual é de R$ 133.378.766,40 milhões. Em discurso, Marconi lembrou que a Segurança Pública foi desprezada em gestões anteriores à sua, em que os policiais trabalhavam em condições precárias, sem armamentos e até mesmo combustível para abastecer as viaturas.
“É muito fácil hoje ir para a televisão, para as propagandas eleitorais para dizer que falta Segurança Pública, que não há apoio para a Segurança Pública. Mas são os mesmos que tiveram a oportunidade de, lá atrás, valorizarem os homens e as mulheres que integram as nossas forças de Segurança e não fizeram. Pelo contrário, submetiam as forças de Segurança a salários aviltantes. Submetiam-na a condições de trabalho precaríssimas. Talvez os mais novos não tenham conhecido essa realidade, mas os mais antigos, os oficiais de hoje, os oficiais que já estão na reserva, sabem do que eu estou falando”, criticou.
Marconi lembrou, também, que os salários das polícias passavam por constantes atrasos de até cinco meses, além de serem ínfimos. “Hoje, parece que essa realidade está muito distante, mas não está não. Ela está na memória de muitos de nós que presenciamos essas cenas ao longo dos tempos passados. Hoje é comum a todos falarem de Segurança Pública, mas quando tiveram ou têm a oportunidade de fazer, não fazem. Não priorizam”, declarou.

Aumento salarial
Marconi anunciou que o governo estadual concederá o aumento de 12,66% para as polícias, e que deve assinar a autorização provavelmente ainda neste mês. “Farei isto no momento em que 20 estados brasileiros já não pagam mais as folhas no mês, ou não darão conta de fazê-lo. Farei isso porque houve compreensão dos policiais, dos comandantes, dos praças, de que não era possível no ano passado sob pena de chegarmos a este ano em condições de colapso”, observou.
Dos 2.141 veículos, 1.332 serão destinados à Polícia Militar; 531 à Polícia Civil; 75 para a Polícia Técnico-Científica; 131 para a Administração Penitenciária; 68 para a Secretaria de Segurança Pública; 3 para a Secretaria Cidadã e um para o Corpo de Bombeiros.

Veja Também