6,2 mil condutores foram autuados por embriaguez ao volante

As principais infrações detectadas foram dirigir sob a influência de álcool ou outro psicoativo e recusa a realizar o teste do bafômetro (170) e condutores sem habilitação ou permissão de dirigir (19)

Postado em: 25-05-2022 às 08h20
Por: Daniell Alves
As principais infrações detectadas foram dirigir sob a influência de álcool ou outro psicoativo e recusa a realizar o teste do bafômetro (170) e condutores sem habilitação ou permissão de dirigir (19) | Foto: Pedro Pinheiro

Os goianienses estão cada vez mais imprudentes no trânsito. Neste ano, 6,2 mil já foram autuados por dirigir sob o efeito de álcool. O número corresponde a mais da metade dos registros feitos em 2021, quando ocorreram 12.183 flagrantes. Os dados são do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO). 

Somente nos dias 13, 14 e 15 deste mês, 170 pessoas foram autuadas por embriaguez ao volante durante ações de reforço da Balada Responsável, em Goiânia. O balanço foi divulgado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Ao todo, 2.080 pessoas foram abordadas pelas equipes de fiscalização e educação. 

O etilômetro utilizado pelo Detran-GO possui bocal descartável com a tecnologia “one way”, o que elimina o risco de contaminação. Esse modelo não deixa o ar retornar ao bocal, evitando que o condutor aspire qualquer partícula presente no aparelho, que é higienizada a cada teste.

Continua após a publicidade

Segundo o levantamento do órgão, as principais infrações detectadas foram dirigir sob a influência de álcool ou outro psicoativo e recusa a realizar o teste do bafômetro (170) e condutores sem habilitação ou permissão de dirigir (19). Dos abordados, 137 condutores foram liberados após sanar as irregularidades. No total, 804 pessoas foram abordadas apenas durante as fiscalizações da Balada Responsável.

O programa Balada Responsável tem o objetivo de sensibilizar os condutores para a adoção de comportamentos seguros no trânsito e de coibir a circulação de condutores embriagados, contribuindo para a segurança no trânsito. 

Tolerância zero

O condutor flagrado dirigindo sob o efeito de álcool ou que se nega a fazer o teste do bafômetro é autuado administrativamente. Terá que pagar multa no valor de R$ 2.934,70 (podendo dobrar em caso de reincidência) e responderá processo que pode resultar na suspensão de 12 meses do direito de dirigir. O veículo também fica retido até que seja apresentado um outro motorista habilitado.

Maio Amarelo

A campanha Maio Amarelo neste ano tem como slogan “Juntos Salvamos Vidas”. A proposta remete à reflexão sobre o papel de cada um para a redução dos índices de acidentes de trânsito. As ações programadas pelo Detran-GO buscam suscitar junto a pedestres, ciclistas, motociclistas e condutores a ideia de que pequenos gestos como o uso correto dos equipamentos de segurança ou a observância das regras de circulação podem contribuir para melhoria do trânsito.

As ações se concentraram em Goiânia, e abordaram mais de 2 mil pessoas com o objetivo de estimular debate sobre a necessidade de construção de um trânsito mais seguro. Elas foram realizadas em conjunto com a equipe de fiscalização para intensificar práticas positivas de conscientização no trânsito.

Os educadores distribuem material informativo e conversam com os usuários da via sobre a importância do respeito às leis de trânsito. As abordagens focam os riscos da combinação de álcool e direção e do excesso de velocidade. Também são pontuadas as necessidades do uso do cinto e do transporte correto das crianças.

Veja Também