A alimentação é aliada na prevenção e tratamento do câncer de mama

Postado em: 15-10-2019 às 07h15
Por: Elysia Cardoso Ferreira
A nutricionista clínica, Marinna Reis dá dicas sobre uma alimentação eficaz no combate e prevenção ao câncer de mama

Elysia Cardoso

Os alimentos, evitados ou
incluídos, são fatores que influenciam o processo de desenvolvimento dos seres
humanos. É por meio da ingestão de nutrientes e vitaminas que estabelecemos
mecanismos de defesa contra diversas doenças e problemas de saúde. Certos
produtos, em específico, contêm os nutrientes necessários para inibir
determinadas enfermidades, como o câncer de mama. E existem alguns alimentos
que ajudam as células a passarem por transformações que podem levar ao câncer.

Segundo o Instituto Nacional de
Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), o câncer de mama é o que mais causa
mortes e o tipo mais comum entre as mulheres brasileiras. Além da herança
genética, outros fatores contribuem para a manifestação do câncer. A doença
também está relacionada com hábitos de vida, como o sedentarismo, alimentação
cheia de alimentos processados e consumo de álcool em excesso. Por conta de
tais fatores, a reeducação alimentar é indispensável, uma dieta saudável e
pobre em gordura saturada aliada a atividade física é uma ótima forma de
combater, não só o câncer de mama, como outras doenças.

A nutricionista clínica Marinna
Reis reforça que, em muitos casos, o surgimento do câncer está associado ao
consumo exagerado de alimentos específicos. “Os fatores dietéticos representam
cerca de 30% das causas de câncer. Hábitos alimentares onde existem o consumo
exagerado e frequente de gorduras saturadas e alimentos processados oferecem um
grande risco, devido ao fato desses alimentos influenciarem no sistema
inflamatório, que aliado à genética favorece o surgimento de doenças como o
câncer”, explica a nutricionista ao Essência.

Se a alimentação é um problema em
alguns casos, ela também serve para tratar, de maneira confortável, pacientes
que lutam contra o câncer de mama. O método elaborado pela profissional inclui
alimentos que confortam o paciente e que resgatam memórias afetivas. “São
aqueles [alimentos] que remetem à infância, são essenciais para o tratamento
oncológico que vem desde a constituição do alimento, tentando sanar os danos e
sintomas provindos do tratamento”, explica Marinna. O procedimento, de acordo
com a profissional, é inserido por meio de um acompanhamento multiprofissional,
no qual a equipe médica oncológica interage com os demais profissionais da
saúde, incluindo os profissionais da nutrição para estabelecer o cardápio
ideal.

Outro fator no combate ao câncer
por meio da comida é incluir na dieta alimentos que agregam a disposição, e uma
melhora da saúde e estética da mulher. Essa combinação de alimentos saudáveis
torna a mulher mais resistente no combate ao câncer de mama. “Se o intestino
estiver funcionando de forma correta, juntamente com uma boa noite de sono. Ela
vai ter uma disposição melhor, ela vai conseguir enfrentar o tratamento da
forma mais segura e eficaz”, considera a nutricionista.

A dieta para a prevenção e
tratamento do câncer pode ser feita em casa com alimentos ricos em vitaminas e
minerais. O consumo de determinados temperos e vegetais podem fazer uma diferença
significativa no futuro. De acordo com Marinna Reis, devem ser incluídos os
alimentos mais naturais possíveis, de preferência com a casca, para obter a
total absorção dos nutrientes. “É ideal consumir alimentos fonte de vitaminas e
minerais e fitoquímicos. Com destaque para frutas e verduras com casca, que são
mais íntegros e naturais, desde que estejam bem higienizados”.

Alimentos que auxiliam na prevenção e tratamento contra o câncer de mama

Pimenta vermelha

As propriedades medicinais da
picante capsaicina, substância presente nas pimentas vermelhas, são repletas de
antioxidantes. Essas substâncias impedem a alteração das células, o principal
motivo gerador do câncer.

Gengibre

O gengibre atua na parte
antiinflamatória. Por enquanto sabe se que o composto isolado do gengibre,
denominado [10]-gingerol, consegue inibir o crescimento do tumor primário de
mama.

– Inhame

O inhame ajuda na imunidade e
possui boa fonte de proteína e fibras alimentares. Como cálcio, magnésio e
vitaminas do complexo B e vitamina C, ajudando na defesa do corpo contra
radicais livres.

(Elysia Cardoso é estagiária do jornal O Hoje, sob orientação
do editor 
Lucas de Godoi) 

 

Compartilhe: