Sócios entram com pedido na Anac para que nova empresa de aviação opere no Brasil

Intuito da companhia, que ganhou o nome Anivia Serviços Aéreos, é atuar no setor de transporte de cargas

Postado em: 07-05-2022 às 17h55
Por: Augusto Diniz
Intuito da companhia, que ganhou o nome Anivia Serviços Aéreos, é atuar no setor de transporte de cargas | Foto: Reprodução

O mercado da aviação pode ganhar uma nova empresa a operar trechos no Brasil. De acordo com informações do site Aeroin, especializado em notícias do setor aéreo, a companhia deu entrada no processo para receber autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para atuar no País. A empresa estrangeira Centuria Holdings se uniu aos empresários Fabio Carvalho e Felipe Alves Lima para criar a Anivia Serviços Aéreos LTDA., nome registrado como razão social.

A empresta em capital social registrado de R$ 10,4 milhões, com sede no Rio de Janeiro, de acordo com o Aeroin. A intenção inicial da companhia é realizar serviço de transporte aéreo de cargas. O processo na Anac estaria na primeira de cinco fases de avaliação para conseguir a certificação e operar no Brasil. É um processo identificado como longo pela Aeroin, que pode durar meses ou anos.

Fabio Carvalho, um dos sócios da Anivia Serviços Aéreos, é fundador da Legino Holdings LLC e tratado no meio empresarial como um “empreendedor em série”. A especialidade do empresário seria a reestruturação de negócios, de acordo com o site Aeroin. Já Felipe Alves Lima está à frente da Total Express, que se encontra em estágio de recuperação judicial.

Continua após a publicidade

A Total Express firmou acordo em 2021 com a Total Linhas Aéreas e pretende fretar uma aeronave modelo Boeing 737-400F para operar voos de São Paulo a Manaus, no Amazonas, afirma o site Aeroin.

Veja Também