Conselho de Ética da Câmara aprova cassação do mandato de Flordelis

Postado em: 08-06-2021 às 18h54
Por: Alice Orth
A deputada é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, ocorrido no dia 16 de junho de 2019, em Niterói (RJ). | Foto: Reprodução/TV Globo

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (08/06) a cassação do mandato da deputada Flordelis (PSD-RJ) por quebra de decoro parlamentar. O parecer foi aprovado por 16 votos a 1. O único voto contrário foi do deputado Márcio Labre (PSL-RJ).

A deputada é acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, ocorrido no dia 16 de junho de 2019, em Niterói (RJ). O deputado Alexandre Leite (DEM-SP) é o relator da ação. Ele mencionou a briga entre o casal como possível motivação do crime.

Apesar da decisão, o relatório é encaminhado agora ao Plenário, onde precisará do voto de 257 deputados para que ela perca o mandato. Ainda não há data prevista para a votação, e a deputada ainda pode recorrer à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa.

Compartilhe: