Sábado, 04 de fevereiro de 2023

Legislativo goiano retoma sessões após recesso parlamentar

Casa precisou postergar retorno por causa da manutenção de equipamentos da Rede

Postado em: 03-08-2021 às 09h48
Por: Redação
Casa precisou postergar retorno por causa da manutenção de equipamentos da Rede | Foto: Reprodução

Um mês após o início do recesso parlamentar na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), as atividades regimentais da Casa estão com o retorno marcado para hoje (3), de forma híbrida, com parlamentares de modo remoto e presencial. 

Para a mesma data estava previsto o retorno das atividades na Câmara Municipal de Goiânia, no entanto o presidente da Casa, Romário Policarpo (Patriota) emitiu um comunicado ontem (2) adiando o retorno das atividades parlamentares e do administrativo da Casa para a próxima sexta-feira (6), adiando o retorno das sessões ordinárias para a próxima semana.  

O motivo do adiamento, segundo a Câmara Municipal, é a manutenção programada de equipamentos de distribuição de rede da sede do Legislativo. “O expediente do segundo semestre se iniciará somente no dia 6 de agosto”, comunicou a por meio das suas redes sociais.  

Continua após a publicidade

A manutenção já estava prevista desde o início do recesso parlamentar de 15 dias, que teve início no último dia 15 e terminou no dia 31 de julho, e estavam previstas instabilidades até o dia 2 de julho, durante o período de recesso parlamentar.  

Apesar da previsão, houve a necessidade de adiar o retorno das atividades parlamentares, que estavam previstas para ontem, assim como as sessões ordinárias da Casa, que já estariam acontecendo normalmente hoje (3). Com isso, a primeira sessão legislativa da Câmara Municipal está prevista para a próxima terça-feira (10).  

Alego continua com 50% do efetivo de servidores

Além das atividades legislativas, a Alego também retomou as suas atividades presenciais das 7 horas às 19 horas. O órgão continuará funcionando com quadro reduzido, podendo atingir até o limite máximo de 50% do efetivo de servidores, tanto no período matutino quanto no vespertino.  

De acordo com a Casa, o retorno do funcionamento dos trabalhos na sede, em horário integral, seguirá respeitando todos os protocolos sanitários. Ao longo desse período, o uso de máscara permanece sendo obrigatório para todos que se fizerem presentes nas dependências da Casa de Leis. Aquele que descumprir a norma estará sujeito a sanções por parte da Polícia Legislativa. Manter distanciamento social mínimo de dois metros; lavar e higienizar com frequência as mãos; e permitir, sempre que possível, a entrada de ventilação nos espaços compartilhados, são algumas das recomendações que seguirão sendo observadas na Alego. (Dayrel Godinho em especial para O Hoje)

Veja Também