Em nota, PSL e DEM repudiam discurso de Bolsonaro durante manifestações

Nesta quarta feira (08/09), o Partido Social Liberal (PSL) e o Democratas (DEM) emitiram uma nota em conjunto onde repudiam o discurso

Postado em: 08-09-2021 às 09h24
Por: Pedro Jordan
Partidos negociam fusão e emitiram comunicado em conjunto contra falas do presidente no dia 07 de setembro. Foto: Reprodução

Nesta quarta feira (08/09), o Partido Social Liberal (PSL) e o Democratas (DEM) emitiram uma nota em conjunto onde repudiam o discurso do presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), feito em Brasília e em São Paulo, durante os manifestos de apoiadores dele.

Esta foi a primeira ação pública em conjunto das legendas, que estão negociando uma fusão para se posicionar nas eleições presidenciais em 2022. “A liberdade é o principal instrumento democrático e não pode ser usada para fins de discórdia, disseminação de ódio, nem ameaças aos pilares da própria democracia”, trecho do comunicado

Veja a íntegra:

Continua após a publicidade

O PSL e o DEM entendem que a liberdade é o principal instrumento democrático e não pode ser usada para fins de discórdia, disseminação de ódio, nem ameaças aos pilares da própria democracia. Por isso, repudiamos com veemência o discurso do senhor presidente da República ao insurgir-se contra as instituiçōes de nosso país.
Hoje se torna imperativo darmos um basta nas tensões políticas, nos ódios, conflitos e desentendimentos que colocam em xeque a Democracia brasileira e nos impedem de darmos respostas efetivas os milhões de pais e mães de família angustiados com a inflação dos alimentos, da energia, do gás de cozinha, com o desemprego e a inconstância da renda. Não existe independência onde ao cidadão não se garantem as condições para uma vida digna. O Brasil real pede respostas enérgicas e imediatas. Coloquemos as mãos à obra.

Veja Também