Proibido de entrar em restaurante por não se vacinar, Bolsonaro come pizza na rua

Presidente é o único entre os líderes do G-20 que não se imunizou contra a Covid-19, o que o impede de entrar em vários lugares de Nova York.

Postado em: 20-09-2021 às 15h07
Por: Luan Monteiro
Presidente é o único entre os líderes do G-20 que não se imunizou contra a Covid-19, o que o impede de entrar em vários lugares de Nova York. | Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), que está em Nova York para discursar na 76ª Assembleia-Geral da ONU, foi proibido de entrar nas instalações de um restaurante, devido não ter se imunizado contra a Covid-19, e teve que comer pizza na calçada. Bolsonaro é o único líder do G-20 que não se vacinou contra a doença.

Em uma publicação do ministro do Turismo, Gilson Machado, ele aparece ao lado de Bolsonaro comendo pizza em uma calçada. Com eles estão o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres; da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos; e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

Devido a rigidez de Nova York em medidas de combate a disseminação do vírus, a participação de Bolsonaro na Assembleia da ONU era dúvida. A Organização, no entanto, afirmou que não exigiria comprovação de vacinação de chefes de estado.

Continua após a publicidade

Devido a imposição de sigilo de 100 anos ao cartão de vacinação de Bolsonaro, é impossível saber se ele vacinou ou não. O presidente, porém, afirma que não tomou a vacina e continua defendendo medicamentos sem eficácia comprovada.

Ao chegar no hotel onde está hospedado, Bolsonaro e seus ministros foram vistos sem máscaras. Eles também tiveram que entrar pelos fundos do estabelecimento, já que manifestantes o esperavam com cartazes que diziam que ele não era bem vindo. O grupo também ergueu faixas a favor da demarcação indígena e dizeres como “Stop Bolsonaro”.  

Veja Também