CPI da Pandemia: parlamentares convocam Luciano Hang para depor na próxima semana

Empresário prestará depoimentos por conta de investigações sobre a Prevent Senior

Postado em: 23-09-2021 às 14h52
Por: Redação
Empresário prestará depoimentos por conta de investigações sobre a Prevent Senior | Foto: reprodução


Por Ildeu Iussef (especial para O Hoje)

Na próxima semana, Luciano Hang, dono da Havan, prestará depoimento na CPI da Pandemia. O empresário é um “fiel escudeiro” do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e, inclusive, já foi condenado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em setembro de 2019, a pagar multa por propaganda eleitoral irregular.

O objetivo do depoimento de Hang na CPI é aprofundar as investigações sobre envolvimento do empresário em esquemas de disseminação de informações falsas, principalmente sobre tratamentos ineficazes contra o coronavírus.

Continua após a publicidade

A convocação dele já tinha sido aprovada em junho, mas faltava definir a data. No entanto, por conta das investigações sobre a Prevent Senior, plano de saúde do qual a mãe do empresário, Regina Hang, falecida em fevereiro por complicações da Covid, era cliente.

Prevent Senior

A Prevent Senior está sendo investigada pela CPI por omissão de óbitos. De acordo com o relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), os médicos seriam orientados a fraudar os prontuários dos pacientes, além da pressão para que os profissionais conveniados à operadora prescrevessem o chamado kit do “tratamento precoce”.

Em depoimento à CPI da pandemia, o diretor-executivo da operadora de saúde Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior, negou que a operadora tenha ocultado mortes de pacientes em estudo realizado para testar o “tratamento precoce” contra o coronavírus e que nunca houve distribuição de “kit-anticovid” para pacientes sem indicação médica.

Veja Também