Deputados propõem Título de Cidadão Goiano ao governador do Rio Grande do Sul

Postado em: 25-11-2021 às 15h38
Por: Giovana Andrade
Gustavo Sebba (PSDB) apresentou o projeto e justificou elogiando a atuação do companheiro de partido Eduardo Leite. | Foto: Reprodução

O deputado estadual Gustavo Sebba (PSDB) apresentou nesta quinta-feira (25/11), juntamente com outros parlamentares da Casa, um projeto para conceder o Título Honorífico de Cidadão Goiano ao governador do estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Figueiredo Cavalheiro Leite (PSDB). A proposta foi encaminhada à Secretaria de Apoio Legislativo.

Sebba justifica que Leite tem se destacado pela capacidade de implementar reformas que estão dando ao estado capacidade de se reerguer após uma década de crise fiscal. “Na crise pandêmica que ora enfrentamos, o governador gaúcho se destacou pelo apelo à ciência, adotando medidas de acordo com critérios técnicos desde o primeiro instante, prezando pela vida sem comprometer demasiado a economia do estado”, disse.

Graduado em Direito pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), Eduardo Leite começou sua trajetória na administração pública como assessor, chefe de gabinete e secretário interino na prefeitura de sua cidade natal, Pelotas (RS). Em 2008, aos 23 anos, elegeu-se vereador, sendo eleito presidente da Câmara Municipal de Pelotas para o biênio 2011-2012. Em 2012, candidata-se ao cargo de prefeito, sendo eleito com 57,15% dos votos aos 27 anos, tornando-se o chefe do Executivo mais jovem da história do município.

“Como prefeito, realizou uma gestão exemplar, com alto índice de aprovação junto à população, mas optou por não concorrer à reeleição, cumprindo a promessa de não disputar um segundo mandato. Sua então vice-prefeita, Paula Mascarenhas, foi eleita em 2016 com quase 60% dos votos no primeiro turno”, ressaltou ainda o parlamentar.

Em outubro, o PSDB de Goiás declarou apoio a Eduardo Leite nas prévias pela candidatura tucana à Presidência da República nas eleições de 2022, mas não existe forte relação ou ligação direta entre o governador do Rio Grande do Sul e o estado de Goiás, de forma que as motivações para a possível concessão do Título Honorífico de Cidadão Goiano não ficam explícitas.

Compartilhe: