Na véspera da sabatina ao Senado, jantar no Alvorada reúne Mendonça, Bolsonaro e evangélicos

Sabatina do indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado acontecerá na quarta-feira (1º).

Postado em: 01-12-2021 às 10h54
Por: Victoria Lacerda
Sabatina do indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado acontecerá na quarta-feira (1º). | Foto: Reprodução/Internet

Na véspera da sabatina ao Senado, o presidente Jair Bolsonaro (PL), recebeu na noite da última terça-feira (30/11), no Palácio da Alvorada, André Mendonça, seu indicado para o Supremo Tribunal Federal (STF), e várias lideranças evangélicas que hoje ocupam ou ocuparam Brasília. O jantar serviu para uma possível conversa sobre a votação nesta quarta-feira (1º), onde Mendonça deve ou não assumir uma cadeira na corte.

Segundo conta da Frente Parlamentar Evangélica, estiveram ontem em Brasília pelo menos 72 lideranças evangélicas, segundo a CNN, foram eles os principais cabos eleitorais de Mendonça na véspera da sabatina, visitando senadores e pedindo votos a eles.

Importante ressaltar que André Mendonça conversou com vários integrantes do Palácio do Planalto, do Supremo Tribunal Federal, do Congresso Nacional, além de muitas lideranças evangélicas, onde pelo menos 50 votos serão a seu favor. 

Continua após a publicidade

Após a sabatina, a comissão emite um parecer, que é submetido ao plenário do Senado, onde todos os senadores decidem se a indicação do Presidente pode realmente ocorrer. O candidato a ministro precisa ser aprovado pela maioria absoluta da Casa, sendo no mínimo 41 votos. 

Veja Também