‘Papo Xadrez’: Matheus Ribeiro lembra trajetória e fala em educação

O também jornalista e empresário Mateus Ribeiro respondeu a perguntas que vão da infância em Piracanjuba à possibilidade de se tornar candidato a um cargo a deputado federal

Postado em: 22-02-2022 às 08h14
Por: Redação
O também jornalista e empresário Mateus Ribeiro respondeu a perguntas que vão da infância em Piracanjuba à possibilidade de se tornar candidato a um cargo a deputado federal | Foto: Pedro Pinheiro

Por Vitória Coimbra

O primeiro episódio do Papo Xadrez foi transmitido ontem (21) pelo YouTube. Apresentado pelos jornalistas Felipe Cardoso e Yago Sales, o também jornalista e empresário Mateus Ribeiro respondeu a perguntas que vão da infância em Piracanjuba à possibilidade de se tornar candidato a um cargo a deputado federal. Além de ter fugido de perguntas polêmicas sobre política e relação conturbada com colegas, Matheus, com sua expertise, ajudou a equipe técnica com seu jeitinho prático.

Durante o encontro, o jornalista comentou movimentações que poderão levá-lo ao Congresso Nacional ano que vem. Apesar de ainda não se intitular “pré-candidato”, não escondeu o desejo em poder trabalhar, de maneira ainda mais prática, pela transformação social brasileira. “A gente precisa levar a Educação ao centro do debate. Tenho uma grande resistência em ficar debruçado sobre problemas, temos que partir para as soluções. A Educação é o caminho para isso”, considerou o jornalista que é filho de professora.

Continua após a publicidade

Ribeiro também foi indagado pelos jornalistas Felipe Cardoso e Yago Sales sobre personalidades específicas do mundo político e expressou seu ponto de vista sobre figuras polêmicas como o presidente Jair Bolsonaro (PL), o ex-presidente Lula (PT), além de nomes que figuram na famosa ‘terceira via’ como o ex-ministro do governo Bolsonaro e ex-juiz, Sergio Moro (Podemos), Ciro Gomes (PDT) e João Dória (PSDB).

Não deixou de contar histórias de coberturas polêmicas em emissoras de TV de Goiás e Brasília. Relembrou a emoção de ter noticiado, ao vivo, o tiroteio na escola Goyazes, em 2017. Não escondeu relatos sensíveis de quando sofria bullying por gordofobia e, anos depois, homofobia ao se tornar o primeiro apresentador do Jornal Nacional assumidamente homossexual.

Tendência no mercado, os podcasts são as novas formas de o público ter um conteúdo informativo, dinâmico, acessível e, em muitos casos, com capacidade de aprofundar temas que não cabem nos 30 segundos dos stories. Toda segunda-feira um novo episódio vai ser transmitido ao vivo pelo canal Papo Xadrez no YouTube. Cortes das gravações irão alimentar as redes sociais e o streaming do jornal ao longo de toda a semana. E, ainda, no Spotify.

Veja Também