Provável senador de Jair Bolsonaro e Vitor Hugo é escanteado em Rio Verde

Ausência de Wilder no palanque foi notada por forças políticas

Postado em: 21-04-2022 às 08h41
Por: Felipe Cardoso
Ausência de Wilder no palanque foi notada por forças políticas | Foto: Reprodução

O ex-senador Wilder Morais é um admirador nato do presidente Jair Bolsonaro. O político, que deve se lançar candidato ao Senado nas eleições deste ano, se aproximou à passos largos, inclusive, do mais fiel escudeiro do presidente no estado: o governadoriável e deputado federal, Vitor Hugo.   

Há, nos bastidores, o comentário de que Morais tem trabalhado para ocupar a vaga do Senado na chapa formada pelos bolsonaristas. Mas um detalhe chamou atenção daqueles que acompanharam a passagem do presidente ontem por Rio Verde, no interior goiano: o fato de Wilder não aparecer ao lado dessas lideranças no palanque eleitoral. 

No palco, firmado para as autoridades, houve de tudo um pouco, a começar pelas forças antagônicas de Ronaldo Caiado e Vitor Hugo no mesmo espaço. Mas não só. Também marcaram presença os senatoriáveis João Campos e o ainda incerto Lissauer Vieira. 

Continua após a publicidade

Estranhamente, porém, Wilder ficou de fora. Nas postagens divulgadas em seu perfil no Instagram, o ex-senador chegou a compartilhar um vídeo do momento em que chegava ao encontro de helicóptero. As imagens foram publicadas seguidas da legenda: “já chegamos para receber nosso presidente”. 

Ao que tudo indica, ele se tornou mesmo mais um na multidão. Foram diversas filmagens percorrendo as ruas de Rio Verde, ora a pé, ora de moto, mas em todas marcadas pelo distanciamento em relação ao presidente. 

Não se sabe exatamente se Wilder não teve espaço no palanque ou se, por algum motivo, preferiu não subir. A reportagem o procurou para esclarecer o ‘mal estar’ percebido por diversas políticas presentes no encontro. Os telefonemas não foram atendidos, mas o espaço continuará aberto para manifestação do pré-candidato.

Veja Também