Ciro afirma que parcela do eleitorado de Bolsonaro é composta por “nazistas” e terraplanistas

"São nazistas mesmo, fascistas. São anticiência, são homofóbicos. Acreditam na terra plana, exploram a religiosidade popular", disse Ciro sobre o eleitorado bolsonarista.

Postado em: 26-05-2022 às 16h30
Por: Ícaro Gonçalves
"São nazistas mesmo, fascistas. São anticiência, são homofóbicos. Acreditam na terra plana, exploram a religiosidade popular", disse Ciro sobre o eleitorado bolsonarista | Foto: Reprodução

Durante entrevista a uma rádio de Campinas (SP), o pré-candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou que parte do eleitorado de Bolsonaro é composto por “nazistas” e “fascistas”. Ciro havia sido questionado sobre o apoio de parcela significativa da população ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

“O Brasil tem 10%, 12%, 15%, de eleitores que se identificam com Bolsonaro. São nazistas mesmo, fascistas. São anticiência, são homofóbicos. Acreditam na terra plana, exploram a religiosidade popular, exploram os temas da moral popular”, afirmou Ciro em entrevista à rádio CBN de Campinas.

O presidente Bolsonaro foi procurado para comentar a fala de Ciro Gomes, mais ainda não se pronunciou.

Continua após a publicidade

Ciro ainda associou a dita parcela “nazista” ao desempenho de Tarcísio de Freitas (Republicanos) em pesquisas de intenção de voto ao Governo de São Paulo. Tarcísio foi ministro da Infraestrutura no governo Bolsonaro. “Isso são 10%, 12%, o que explica por que o Tarcísio, um cara do Rio de Janeiro, chega aqui em São Paulo e, só porque é candidato do Bolsonaro, já está rivalizando com os primeiros”, enfatizou Ciro.

Tarcísio de Freitas foi contatado pela CNN para comentar as falas do pedetista, mas disse que não vai se pronunciar.

Ciro Gomes voltou a dizer que uma outra parcela do eleitorado bolsonarista é composta por pessoas que temem a volta de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao poder. O pedetista reafirmou suas críticas ao ex-presidente e disse que pode ser uma opção para romper a polarização.

“Quase um terço do eleitorado do Bolsonaro diz que vai votar no Bolsonaro porque não quer o Lula e o PT de volta, apesar de estar muito frustrado, decepcionado e tal. Eu me animo de que eu possa ser a resposta para essas pessoas não se obrigarem a votar [neles], porque tenho chance, realmente, de apresentar um projeto para o Brasil”, disse.

Veja Também