Luis Parra é eleito novo presidente da Assembleia venezuelana

"Brasil não reconhecerá qualquer resultado dessa violência e afronta à democracia”, disse o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo| Foto: Reprodução/ Manaure Quintero/Reuters

Postado em: 05-01-2020 às 18h00
Por: Redação
"Brasil não reconhecerá qualquer resultado dessa violência e afronta à democracia”, disse o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo| Foto: Reprodução/ Manaure Quintero/Reuters

Eduardo Marques*

Os deputados chavistas da Assembleia Nacional venezuelana elegeram Luis Parra, ex-integrante do partido Primero Justicia, como presidente da Casa em um breve e acalorado debate ao qual o líder da oposição, Juan Guaidó, não compareceu, pois foi impedido de entrar no Parlamento pela polícia. Deputados oposicionistas também foram retidos.

No entanto, o resultado não seria reconhecido pelo Brasil. “[A eleição] crucial para a redemocratização do país. Brasil não reconhecerá qualquer resultado dessa violência e afronta à democracia”, disse o Ministro das Relações Exteriores (MRE) do Brasil, Ernesto Araújo. 

Continua após a publicidade

Segundo a agência AVN, Franklyn Duarte fica como primeiro vice-presidente, Joser Gregorio Norieha como o segundo vice-presidente e Negal Morales como secretário do parlamento. “Hoje queremos abrir a porta ao futuro do parlamento”, disse Parra em um comício transmitido pela emissora de televisão venezuelana.

Conforme a AVN, as eleições parlamentares foram propostas por José Brito, que acusou o presidente autoproclamado Juan Guaidó de abandonar “por completo” a gestão parlamentar para se dedicar a “consolidar uma estrutura pessoal de poder.”

A sessão em que os novos membros do parlamento vão fazer o juramento está marcada para o dia 07 de janeiro. 

*Com informações da Agência Brasil 

Veja Também