Em greve, trabalhadores do INSS marcam ato em agências da Previdência Social de Goiânia e Anápolis

Postado em: 14-04-2022 às 15h55
Por: Carlos Nathan Sampaio
Manifestação, que tem acontecido por todo país, ocorre nesta segunda-feira (18/04) na capital goiana e, também, em Anápolis | Foto: reprodução

Trabalhadores do INSS, que estão em greve desde o dia 23 de março, realizarão atos na próxima segunda-feira (18/04) em frente duas das principais agências da Previdência Social do estado de Goiás. Na APS Anápolis, mesmo local onde também funciona a Agência de Benefícios por Incapacidade, o ato ocorrerá a partir das 8 horas da manhã. Além de servidores da unidade, participarão lideranças do SINTFESP-GO/TO e do Comando Local de Greve.

Já na APS Goiânia Centro, a maior do estado, a atividade de luta será realizada a partir das 7h30, também com a presença de trabalhadores/as daquela unidade e de dirigentes sindicais. Nas duas manifestações um panfleto com explicações sobre os motivos da greve será distribuído aos segurados e seguradas do INSS.

Na avaliação da direção do movimento, a partir de segunda-feira a greve no estado tende a ampliar a sua força, com a adesão de muitos trabalhadores e trabalhadoras. O reajuste de 5% anunciado ontem pelo governo federal é um dos fatores que geraram maior insatisfação ainda da categoria.

É que no caso do INSS esse percetual representa apenas cerca de R$ 45, já que é calculado sobre o salário base, atualmente menor do que o salário mínimo, na maioria dos casos. Confira a pauta de reivindicações dos trabalhadores do INSS:

  • Recomposição salarial 19,99% para todos
  • Carreira da Seguridade Social
  • Fim do adicional de meta
  • Reajuste nos auxílios
  • Condições de trabalho decentes
  • Realização de concurso público
  • Fim das terceirizações
Compartilhe: